InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:39 pm por Hades

» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 Faon - Um dia de Cavaleiro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Grande Mestre
Admin
avatar

Mensagens : 459
Data de inscrição : 06/11/2014

MensagemAssunto: Faon - Um dia de Cavaleiro   Qui Mar 03, 2016 12:20 am

Um dia de Cavaleiro


A terra passava por tempos de paz. Treze anos se passaram desde que Athena reencarnou, mas até agora nenhum inimigo se atreveu a desafiá-la para uma nova guerra. Assim, a fama de serem os guerreiros sagrados mais poderosos continuava a preceder os Cavaleiros. Em todos os cantos do mundo, estes jovens guerreiros de grande poder eram esperados quando surgia um problema fora das capacidades humanas.  

Faon de Fornalha era um destes jovens guerreiros. Ele começava a sua trilha como um dos protetores do universo, mas o marasmo por enquanto o mantinha no Santuário, sendo obrigado a praticar suas técnicas com outros companheiros ao invés de inimigos. Isso era um pouco entediante, mas era bom se manter preparado para quando fosse chamado pelo Grande Mestre.

Neste instante, ele treinava duramente no pátio com alguns aspirantes, e acabava de vencer a sua quarta luta seguida. Seu adversário bate três vezes no chão, percebendo enfim que não podia fazer frente a um Cavaleiro já formado.

- Será que eu posso ser o seu próximo adversário?

Quem pergunta é um jovem um pouco mais velho, com seus dezessete anos. Ele era robusto e tinha pele bronzeada e cabelos castanhos. Todos abrem espaço para que ele passasse. E com isso fica claro que se trata de um guerreiro mais experiente.

- Não vou pegar pesado, apenas quero me divertir um pouco, certo?

Todos ali lutavam sem armaduras, usando nada mais do que as vestes de treino comuns no Santuário, e aquele rapaz estava vestido da mesma forma, dificultando Faon em descobrir se era um Cavaleiro ou só mais um aspirante metido a esperto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://blazecosmo.forumeiros.com
Faon

avatar

Mensagens : 7
Data de inscrição : 14/02/2016

MensagemAssunto: Re: Faon - Um dia de Cavaleiro   Sex Mar 11, 2016 4:17 pm




Narração
" Pensamento "
- Fala






A calmaria que se tinha sobre o campo de batalha enfim teve seu final, o sol forte que ultrajava aquela tarde com maestria a ponto de deixar até mesmo jovens aprendizes casados de suas tarefas, já não incomodava mais, uma grande tensão estava estabelecida sobre o local. Olhares de ansiedade pelos próximos acontecimentos podiam ser notados por a mais absoluta inocência. Faon que estava com seus trajes comuns de treinamento, no qual era obrigado a participar, agora era intimidado por alguém que não tinha dentro de si nada mais além de um enorme ego, ao seu ver o convite para o campo de batalha sem nenhum sentido apenas o classificava como mais uma voz dentro de uma humanidade fétida e nojenta, que molda seus brios a impulsionar seu nome acima de tudo, sem pensar no próximo, e ao ouvir tais palavras proferidas por ser preterido adversário, seus pensamentos o forjam mas uma vez em sua totalidade espiritual, mostrando que sua visão de universo e proposito estão muito acima daqueles que um dia empunharam uma lança contra si. Os Pensamentos, sondagens de um tempo o jaz a paz que simplesmente desapareceu, enchem seu coração de sofrimento, por ver jovens que poderiam estar trilhando um caminho melhor em suas vidas, apenas treinando com o intuito de se tornar fortes, para exibições como essas, sem notar que os perigos estão muito além de sua compreensão. A jornada de lucides o embriagava perante aos seus demais adversários e uma reposta em sua boa era obvia, uma escolha, um sacrifício, talvez não para abreviar a vida do mesmo, mas sim para prolonga-la apenas um pouco, já que tinha em mente que provavelmente em sua geração estaria próximo de perder sua vida, e ver aquele que o confronta fazer o mesmo, pois os inimigos em comum, passavam por verdadeiros infernos, enquanto o treinamento básico do santuário, parecia uma brincadeira de criança. A forja estava pronta, Faon profere palavras em prol de suas convicções sem esperar menos que seu castigo, porém um sentimento de paz o tomava seu coração por saber que que faria a cosia certa, e mesmo tendo o poder de destruir e purificar todos a sua volta, a maior salvação para os mesmos seria ter tempo para se dedicarem o máximo possível, sendo assim encontrarem seu caminho e fortalecer seu reino. Faon começa a dizer suas intenções, com calma e desdenho da situação, porém deixa claro sua cosmo energia fluindo como uma fúria de um vulcão em erupção, imóvel sem aparentar qualquer tipo de agressividade ou imprudência, sua voz e como um sussurro, uma calmaria para aqueles que buscam a fúria de uma batalha. Após tal ato, o mesmo , se mantem diante de todos e da breve passos em direção a saída, passando diante do homem que o tinha chamado para um combate, afinal para si , não valeria tirar a vida de alguém que ali deveria estar ao seu lado, e dentro de seu objetivo tal ato seria uma mancha para sua santidade, logo caso o mesmo tivesse a disposição para cometer a loucura de o atacar, o mestre da forja sabia, que o destino de seu alvo , seria o inferno de fogo, mas neste momento outras lembranças tomavam sua cabeça.

"Pobre de alma são aqueles que buscam a batalha para prover um velho apelido dado por homens nesta terra, devo considerar inútil a tentativa de um combate, já que se o fizer terei de mata-lo, busco a santidade desde que me entendo por pessoa, não posso tolerar esse tipo de sentimento, prefiro ver ele a me surrar do que retirar a vida do mesmo, porém espero que este não considere isso como misericórdia, pois eu sei que só adiei o seu fim apenas por alguns instantes, afinal o quão breve é a vida de um humano nesta terra."

-- Se pensas que lutarei com você se enganas.

-- Não inflarei seus títulos e nem mesmo mancharei esta terra com teu sangue.

-- Que sua alma encontre a paz que ela tanto busca.

-- Agora se me der licença , já terminei minhas tarefas por hora.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Grande Mestre
Admin
avatar

Mensagens : 459
Data de inscrição : 06/11/2014

MensagemAssunto: Re: Faon - Um dia de Cavaleiro   Ter Mar 15, 2016 7:56 pm

As batalhas que aconteciam nos pátios do Santuário eram apenas pequenas lutas, onde os aspirantes buscavam despertar seus cosmos, onde os mais fortes buscavam ajudar os novatos, e onde grandes guerreiros as vezes procuravam os seus pupilos. Faon passara parte de seu dia naquela rotina, mas quando o guerreiro o convida a treinar com ele, o Cavaleiro de Bronze despreza a sua atitude, comparando-a à do resto da humanidade.

Tanto este guerreiro quanto todos os outros que estavam ao redor para observar as lutas ficam sem entender a reação do jovem Cavaleiro, afinal, as lutas naquele pátio eram sempre amistosas, voltadas apenas para melhorar a formação dos futuros Cavaleiros de Athena.

- Sangue? Títulos? Camarada, eu só vim aqui para treinar um pouco, e ao te ver lutar tão bem, achei que vc podia ser um adversário a minha altura. Vamos lá, mostre que vc luta tão bem quanto fala. Vamos praticar um pouco.

Mesmo Faon tendo lhe desprezado, o homem é amistoso em suas palavras, falando em um tom tão apaziguador, que os soldados já não vêem com estranheza a resposta do Cavaleiro de Fornalha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://blazecosmo.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Faon - Um dia de Cavaleiro   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Faon - Um dia de Cavaleiro
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
MENU
 :: Registros
-
Ir para: