InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:39 pm por Hades

» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 Aella - O Resgate da Armadura

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Aella - O Resgate da Armadura   Sab Mar 05, 2016 12:09 am

O Resgate da Armadura:


A armadura de Órion era tida no Santuário como uma das mais importantes entre as 88 constelações, isso porque seu último usuário, Jaga, havia sido o maior herói de Athena na última geração de Cavaleiros, com seu poder se igualando até mesmo ao de alguns Cavaleiros de Ouro.

Mas infelizmente, nos últimos dias esta armadura foi roubada de seu lugar. Não se sabe a natureza do ladrão, mas o espírito de Jaga entrou em contato em sonhos com o Grande Mestre, e lhe deu a localização exata para onde sua antiga vestimenta fora levada.

Ter uma armadura roubada era embaraçador para o Santuário. Talvez por isso, para não chamar a atenção de ninguém, o Grande Mestre decidiu enviar na missão de recuperar esta armadura uma Amazona de Bronze.

Neste momento, Aella se dirigia para o Monte Fugi, no Japão. Segundo o Grande Mestre, foi para este lugar que o ladrão levou a armadura, e a única missão da guerreira era recuperá-la. Aella estava agora em uma floresta denta e esverdeada aos pés do monte, e tanto o chão quanto as folhas estavam cobertas por camadas de neve. Era meio-dia, segundo a posição do sol, e se a Amazona não queria passar a noite em meio àquela floresta solitária, era bom que ela se apressasse.


_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Art08

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 26/02/2016

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Dom Mar 06, 2016 1:44 pm

A armadura de Orion foi roubada, isso é um ato de ousadia que não pode manchar a honra do santuário, um crime imperdoável, o ladrão com certeza deve ser altamente habilidoso para roubar esta que pertenceu a um dos maiores de todos os campeões de Athena de todos os tempos, ou deve ser alguém realmente que precisa provar algo, admito que até respeitei as habilidades desse ladrão, até receber a informação de que ele havia fugido para uma floresta na região do Monte Fuji, era a famosa floresta de Aokigahara, também conhecida como floresta do suicídio, pelo menos ele veio ao lugar certo, só um suicida roubaria uma das armaduras do santuário.
São 35 kms de área florestada sem vida selvagem e repleta de cavernas, de vez em quando passam turistas nas trilhas mais movimentadas, mas eu estou na parte que não recebe visita a não ser de equipes de buscas atras de corpos as vezes, eu havia sido enviada para recuperar a armadura  que poderia estar nessa floresta ou nas imediações, como posso descrever...é um lugar de mata fechada, o terreno era meio irregular, havia neve no chão e nos galhos, não havia som de animais, um silencio ensurdecedor, sabe aqueles dias que são realmente tristes, que você sente que não deveria ter saído da cama ou quer que termine o mais rápido possível? a floresta inteira apresentava esse ar pelo menos no local onde eu estava, longe das áreas mais abertas, era meio dia, mas os raios de luz só entravam pelas copas das arvores, em todo o entorno era escuridão e talvez a luz de uma eventual clareira, caminho entre as áreas mais fechadas fazendo a menor quantidade de ruido possível.
Enquanto ando fico pensando em como encontrar, duvido que esse cara seja descuidado ao ponto de fazer tanto ruido, ele deve estar apreçado, pois ele deve saber que o santuário logo enviaria gente atrás e talvez imagine que tenham enviado alguém capaz de fazer o serviço de maneira discreta...nesse momento Angie começa a falar comigo.

(Angie nos pensamentos) Então pegaram a segunda idiota que encontraram e mandaram, já que o primeiro foi o responsável que colocaram pra vigiar essa coisa...

(Aella responde nos pensamentos) HÁ, e você faria melhor por acaso?
Na primeira barra de chocolate que te jogassem você deixaria levar até a estatua de Athena, cala boca e me deixa pensar em como achar esse cara..

(Angie volta a falar) E vai fazer o que? Farejar que nem um cachorro procura uma cadela no cio é? Taca fogo nesse lugar logo ou sei lá...

(Aella responde) Viemos procurar a armadura e não causar um crime ambiental, alem do mais por causa de uma dessas suas ideias alguém acabou filmando o local de uma das ultimas missões e jogando na internet, até hoje acham que existem demônios rondando florestas devorando pessoas por sua causa.

(Angie responde com uma voz bem provocativa) Aah mas você gostou também quando dilacerei aquele pessoal vai...

(Aella responde) Não começa, alem do mais eles eram sequestradores, agora tenho que achar alguma pista..

(Angie diz) Duvido, vai achar no máximo um corpo, ou dois, ou 16..

(Aella responde) Que seja, me deixa procurar agora, deve ter algum traço, algum vestígio...


Off:Por favor, peço teste de percepção nessa parte.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Sab Mar 12, 2016 12:09 am

Em meio a viagem, Aella reflete sobre a audácia do ladrão e sobre as histórias sobre o local em que ele aparentemente se escondera. Aokigahara tinha a sua fama e evocava o medo nos povos locais, mas a Amazona de Lince era imune a esse terror. Tudo que ela tinha em mente era caçar a sua presa.

Vestida em seus trajes de treinamento e com a pesada urna nas coisas, ela desbrava a mata fechada, e o silêncio total acaba permitindo que ela ouvisse vozes que só existiam em sua cabeça. Angie, sua personalidade mais ácida, a questiona bastante sobre aquela missão, sugerindo que ela tomasse o caminho fácil ao incendiar aquela floresta, mas Aella tem uma ideia melhor.


Aella testa rastreio (Habilidade): Resultado = 3 (Sucesso)

Dando uma vistoria geral no ponto onde estava, Aella percebe que o chão estava revolvido por uma infinidade de pegadas, que havia marcas de batalha nos troncos das árvores a sua volta, e que alguns quilômetros ao norte, uma pequena fumaça surgindo por sobre as árvores.

_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Art08

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 26/02/2016

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Ter Mar 15, 2016 2:56 pm

Acho que o cara não era tão discreto como imaginava, penso ao ver as marcas de luta no local, não encontrei corpo algum (pelo menos não ligado a luta que ocorreu), havia a possibilidade desse maldito ter conseguido usar a armadura e naquela direção ficava o lago Kawaguchiko se não me falha a memoria, nas redondezas se localizava Fujikawaguchiko, uma cidade provavelmente cheia de turistas, mas não sei se a fumaça vinha de lá ou das redondezas, então visto minha armadura e sigo o mais rápido possível sem fazer barulho em direção ao local de onde vinha a fumaça, eu não sabia se o alvo estava lá, mas caso seja necessário um combate eu... (Angie interrompe meus pensamentos)

(Angie agradável como injeção na testa diz) HAHAhahaha, como assim caso seja necessário? Já viu algum dos outros resolvendo na conversa? Nas historias os heróis são os que mais agridem e matam depois dos vilões, até mais as vezes...

(Eu respondo) Já falei pra nem vir com essa, sabe que como amazona de Athena devemos sempre tentar uma saída sem violência, mas sempre tem alguns que preferem perder a cabeça ao invés de se arrepender...

(Angie diz) Claro quando eles respondem sem atacar nem nada, pelo menos os que tem tempo pra responder, no fim das contas ninguém entra em panico quando tudo sai como o planejado, não importa o quão horrível seja o plano...

(Respondo a Angie) Seja quem for, sempre a uma opção, apesar de eu mesma antigamente preferir partir pra cima e perguntar depois.

Estou (ou estamos, tanto faz) indo na direção da fonte da fumaça, percebo que estamos nos aproximando, mas a mata era fechada, densa e o céu estava se fechando de novo, bastava sair daquela parte para ver a fonte das chamas de uma distancia segura, antes de chegar ao local eu paro e tento me concentrar, sem tirar o olhos de cada canto ao meu redor, ele podia estar ali já, eu queria identificar o cosmo do sujeito caso esteja lá,  Angie então retorna...

(Angie diz) Deixa eu ir vai, garanto que me comporto, olha que nem preciso da sua permissão pra isso, mas estou tentando ser... respeitável.


(Respondo a Angie) Não, não quero arrebentar ele sem saber o que se passa, a ultima coisa que quero é matar um pai ou mãe de família desesperado por algo, mas se ele tentar qualquer coisa, eu vou encarar o bastardo na cara enquanto ele grita para Deus, e vou rir ainda mais enquanto ele choraminga como uma criança. E quando os olhos dele ficarem sem vida, o inferno pra onde mandei ele parecera o paraíso depois do que tiver feito com ele.

(Angie diz) Até parece, você só esta a um dia ruim de ficar como eu, você e o resto do mundo. Você vai partir pra cima dele quando ver esse cara com a armadura,  que nem na quela vez em Gévaudan lembra, você não podia ser amazona, mas já caçava gente ruim lembra?

(Respondo Angie nos pensamentos) Tem como esquecer? fez uma fera virar até filme, final do seculo XVIII, você assumiu o controle por 1 dia e deu fim a alguns caçadores, foram poucos, mas ajudou a dar fama a besta de Gévaudan, blah blah blah e tal, agora fecha essa boca e deixa eu achar esse cara ou a armadura.

Off: Por favor, peço um teste de detecção de cosmo para achar o alvo e a armadura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Sex Mar 25, 2016 12:59 am

Ao sentir o perigo que simbolizava aquelas marcas nas árvores, Aella clama pela armadura que trazia na urna em suas costas. Lince, sua constelação protetora, a veste, fazendo o poder da guerreira transbordar ao redor de seu corpo e dando a ela maior segurança para que se aprofundasse na floresta.

Durante o trajeto, ela não estava sozinha. Angie, sua contraparte, se faz presente, sempre criticando as decisões da amazona. Procurando pela direção da fumaça, as duas acabam chegando a um acampamento abandonado, onde a fogueira ainda estava acesa com um pedaço de carne torrando sobre ela. Aella tem uma ideia, e começa a tentar sentir o cosmo a sua volta.

Com um pouco de concentração, a guerreira acaba sentindo um cosmo maligno no ar, mais perto do que ela gostaria. Estava a alguns metros atrás dela, se aproximando a passos lentos.


- Vim até esta terra longiqua em busca da armadura de prata roubada, mas os bons ventos sopram a meu favor, e agora eu também terei uma de bronze para exibir a senhorita Pandora. – Diz uma voz rascante.

_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Art08

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 26/02/2016

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Qua Mar 30, 2016 6:46 pm

O tempo estava fechando e o local estava alem de escuro apesar de ser 1h ou duas da tarde, do céu a neve logo cairia eu (ou nos duas no caso) estava sentada atras de uma arvore e muitos arbustos, tentando localizar o alvo, Angie então diz:

- Dá pra acelerar ai, quero passar num restaurante para tomar um chá antes de ir...

Então respondo em minha mente:

-Não seria má ideia, apesar do frio não ser mais um problema para nós e de estarmos numa caçada de vida ou morte pra encontrar a armadura, agora deixa eu me concentrar, espera, achei algo...

Então sinto alguém com más intenções se aproximando por trás, porem não senti o cosmo da armadura roubada, então penso:

-Hmmm, mas nunca é ir em tal lugar, pegar alguma coisa e voltar, sempre tem alguma coisa, se eu cato quem devia estar vigiando essa armadura...

Nesse momento, seja la quem for diz que esta atras da armadura roubada e que ira levar minha armadura junto, nessa hora eu penso num tom meio revoltado:

-Que merda, que merda, que merda, não basta ser qualquer um, tinha que ser um espectro, quem é que vazou o local onde a armadura poderia estar? eu não falei nada pra ninguem e nem fui seguida... Angie então diz:

-Yay!!! até que enfim um pouco de diversão, vai! Pula nele e rasga ele ao meio, vai lá vai!!!

Eu penso:

Aiai, vou perguntar quem é esse pelo menos, já cansaram de reclamar que eu não informo o nome das vitimas. Então levanto a cabeça encostando a nuca na arvore e digo pra seja la quem for ele:

-Ae!!! Diz seu nome pelo menos, ou quer receber um numero para a sua vala?!

Então continuo a pensar, quem esse cara pensa que é?! A constelação de Lince só foi "descoberta" no seculo 17, mas desde que surgi como anjo no seculo 12 sou ligada a linces pela mitologia e não demorou para eu querer usar essa armadura, guardiã dos segredos, essa armadura teve cavaleiros poderosos, e o ultimo deles acabou dando má fama a armadura e logo ela ficou como eu, largada nas sombras, lutei muito para poder usá-la, quer saber?! Quer saber?! Vou arrebentar esse cara!!! Ele vai desejar nunca ter me dirigido a palavra!!!

Levanto sem esperar ele responder, me viro e passo pelos arbustos, queimando eles com meu cosmo, paro diante dele, fecho minha mão esquerda e soco com tudo a palma da mão direita (sai faíscas da pancada delas), estalo os dedos e digo, em uma voz quase gutural.

-Diga seu nome!! Essas serão suas ultimas palavras seu maldito!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Sex Abr 08, 2016 11:13 pm

Aella se vira para o inimigo que estava atrás dela, e ao mesmo tempo em que vê um guerreiro robusto usando uma armadura verde com asas e chifres, ouve a sua risada. Seus passos são lentos e pesados, deixando pegadas profundas na neve. Ele trazia consigo uma presença obscura, que acaba apagando de vez as brasas da fogueira.

- Minha vala? Você é engraçada menina. Eu sou Stavro de Gárgula, a estrela terrestre da penitência. – Diz ele.

Um cosmo negro começa a elevar-se ao redor de seu corpo musculoso. Stavro não estava ali para conversar ou dar respostas a Aella, e isso fica claro quando sua energia é claramente hostil e ele se coloca em posição de batalha com os braços a frente do corpo.


Iniciativa:

1° Aella: Habilidade 5 + 1D (3) +1 = 9
2° Stavro: Habilidade + 1D = 3

_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Art08

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 26/02/2016

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Sab Abr 09, 2016 8:07 pm

Estalo as juntas dos dedos  e coloco as mãos na cintura, olhando aquela figura letárgica porem como um tanque demonstrava força e resistência, ele diz o nome ao me ouvir chamando pra briga e eu respondo:

-Prazer em conhece-lo, você não perguntou meu nome, mas tudo bem, me chamo Aella de Lince, mas não se preocupe pra onde vou te mandar boa parte já me conhece (finalizo a frase com um tom simpático)

Olho aquela figura pensando por que numa época dessas alguém iria ficar roubando armaduras? melhor sair atras de uma arma rara ou algo assim, que seja. Angie me diz na mente:

-Se esse gigante ai atolar ele vira uma marca no mapa tipo um ponto de referencia sabe, até imagino os turistas perguntando "ei onde é tal lugar?" e alguém respondendo "ta vendo aquele idiota ali? então segue até aquele gigante de armadura ridícula e vira a esquerda, ai segue reto, é sem erro"...

De fato o cara era grande e forte e se não derruba-se ele aqui, ele poderia comprometer a missão, então vamos lá, olho ele e digo...

-É, você tem mais de 2 metros de altura fácil, eu não sabia que empilhavam merda tão alto.

Ele ta lá de braço estendido ainda então continuo...

-Esse seu queixo encaixa bem no seu elmo, mas tá faltando um furinho no queixo pra ficar com cara de homem de verdade, mas não se preocupe pois vou chutar esse seu rabo com tanta força que você vai ganhar um furo no queixo num piscar de olhos...

Já vi que o que ele não tem de cérebro tem de músculos penso eu, então saco meu Smartphone, faço uma selfie com ele no fundo pra provar quem era, guardo o aparelho me viro, olho pra ele e digo:

- Tenho o que fazer ainda garoto então vamos rápido com isso certo?

Ele está lá parado, assumo posição de combate e penso, eu só queria achar rápido essa armadura, vou levar um presente pra quem ficou de vigiar ela, olho pra ele e digo com voz de to nem ai:

-Você devia roubar algo de mais valor em outro lugar sabia, tantas armas raras por ai e você atras de uma armadura que pode causar uma guerra?

E num piscar de olhos em um pulo passo pelos braços e  agarro ele pra executar o Queda infernal, e digo:

-Tudo o que você precisa é sonhar um pouco mais alto, até que você não é tão pesado assim.

Acendo meu cosmo e salto em disparada até as nuvens  a subida é rápida e violenta logo , viro e pego impulso para descer com tudo, meu cosmo faz com que o alvo acenda como um meteoro na queda e com a força de um faço ele cair de cabeça, o impacto não foi discreto, foi como se um pequeno meteoro tive-se caído no local, a neve virou vapor e fez uma bela cratera, a onda de calor acabou re-acendendo a fogueira que ele apagou e o crepitar da chama era o único som ouvido depois da explosão, levanto e na hora ainda brilhando como fogo por causa do cosmo e do calor olho o local e penso,  esses caras sempre dão trabalho...

Off:  Queda infernal ampliado 4 vezes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Qua Abr 20, 2016 12:44 am

Mesmo sentindo que o cosmo do oponente não estava nem um pouco distante do seu, a Amazona não o leva tão a sério. Sua outra personalidade muito menos. As duas avançam na direção daquele Espectro, queimando seu cosmo e tentando agarrá-lo.

Aella tenta agarrar: Força 3 + Habilidade 5 + 1D (4) = FA 12
Stavro se defende: Armadura + Habilidade + 1D = FD 13

Os braços de Aella já estavam prestes a se fechar contra o inimigo, quando os braços do próprio a evitam como em movimentos de artes marciais. Tudo isso ocorreu em uma velocidade impressionante, que olhos comuns não teriam visto. Aella passa direto pelo seu alvo, deslizando pela neve sem ter sido capaz de usar a sua poderosa técnica.

- Você fala demais, garotinha. Mas não se preocupe. Sei uma boa maneira de calar a sua boca. – Stavro diz, socando a mão com o punho.


Iniciativa:

1° Aella: Habilidade 5 + 1D (6) +1 = 12
2° Stavro: Habilidade + 1D = 4

_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Art08

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 26/02/2016

MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   Sab Abr 23, 2016 4:20 pm

Angie me chama de volta a realidade:

-Ei! ei! que bosta, você alucinou, não passou nem perto dele!

Me vejo de cara pro nada, a neve e as arvores, levanto a cabeça e olho o lugar e digo a ela nos pensamentos

-Como assim? eu vi quando agarrei ele e saltei, ai caímos e (olho ao redor) devia ter uma cratera aqui e aquela fogueira devia estar acesa, mas....ter uma alucinação dessa no meio de uma luta não é coisa nova, mas caramba custava me avisar antes?

Angie responde na minha mente.

-E perder ver você cair de cara na neve? nunca, pena que não caiu, pelo menos dessa vez suas alucinações estão menos frequentes, antes era por dia, hoje é por semana...

Me endireito, com um pouco de neve ainda na armadura, me estiro um pouco olhando para o céu, logo os primeiros flocos de neve iam começar a cair, respiro fundo e digo:

-Que merda hein.

Angie continua na minha mente:

-Semana retrasada foi um deus da destruição parecido com um gato sphinx, semana passada foi metade de uma cabeça gigante de uma mulher aparecendo no horizonte, semana que vem vai ser que? um octaedro azul gigante em Tokyo? mal posso esperar pra ver quando começar a ter alucinações com tentáculos ou algo assim...

De fato alucinações aconteciam com uma certa regularidade, penso eu, por isso prefiro fazer essas missões sozinha, pensa se fosse alguém incapaz de se defender, olho pro cara que parece um pouco mais confiante, sei que vou apanhar muito ainda e respeito a força dele, mas ele é um espectro, um servo de hades (letra minuscula mesmo) e isso não há como respeitar nem aceitar, ele diz que falo de mais e que vai calar minha boca, olho aquela figura patetica, coloco minhas mãos na cintura e digo num tom de sarcasmo:

-E você vai fazer o que? me mandar ser torturada e  humilhada por todos os demônios pelo resto da eternidade? (agora num tom frio) não há sofrimento que você possa me causar que eu já não tenha passado, mas devo lembrar, se for vir para cima, vê se mata, por que se eu te derrubar, até a senhorita Heinstein terá pena de você.

Queimo meu cosmo, assumo uma pose de luta, Angie retorna em meus pensamentos:

-Não se preocupa que..

Viro a cabeça para o lado direito e interrompo ela respondendo em voz alta sem querer.

- Cala a boca sua vadia!

Logo ela se cala e com um pouco de sorte ela não iria falar mais pelo resto do dia, me viro pro cara, e digo.

-Não se preocupe não vou errar dessa vez seu maldito!!!

Disparo em direção a ele gritando:

-Queda infernal!!!!

Off: Elemento fogo ampliado 4 vezes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Aella - O Resgate da Armadura   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aella - O Resgate da Armadura
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
JOGAR
 :: Quests Pessoais
-
Ir para: