InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:39 pm por Hades

» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Tony.Fenix

avatar

Mensagens : 163
Data de inscrição : 10/03/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Seg Abr 18, 2016 10:03 am

Quando Athena se volta a mim novamente, vejo em seus olhos a tristeza... Uma parte do meu coração queria toca-la, para procurar amenizar a dor dela... Mas era proibido para nós seus Cavaleiros tocar na Deusa, a menos que fosse para protege-la...

Alguém ter sido capaz de roubar o Fogo... Não é um ladrão qualquer... Mas não importa, será incinerado pelas chamas da Fênix...

Ela me informa onde eu devo investigar o roubo da chama... O Templo de Helio... No lado oculto do Olimpo...

Helio... Um Deus a muito tempo ausente... Viajar até o Olimpo... Atlas estará me esperando! Mas não posso perder tempo com ele, Athena precisa de mim!

Após as suas palavras, me curvo novamente... E falo...

O único recurso que necessito do Santuário... Está a minha frente! A Deusa pela qual o meu coração pulsa, e as minhas chamas se elevam... Recuperarei as chamas! Mesmo que para isso, tenha que superar os meus limites como Cavaleiro...

Me levantaria e assim que fosse permito, iria me retirar do templo e iria até a minha casa, para alertar Anthea da minha partida... E logo seguiria para o Monte Olimpo... Sabia que a minha subida aos céus seria desafiadora...

_________________
Fala
Pensamento
Ação

"Uma técnica não funciona duas vezes com o mesmo cavaleiro"

Nataniel de Fênix - Cavaleiro de Bronze de Athena


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Qua Abr 20, 2016 9:15 pm

Espanto-me ao ouvir o nome de Hélio, a tempos não ouvia nada sobre ele, sabia de sua aposentadoria e seu poder, então me estarrecia muito saber que alguém ousou rouba-lo.

_Thalia - digo como se estivesse me despedindo. Sabia que ela reconhecia minha missão e o fato dela ter abandonado o Olimpo para morar comigo era uma enorme prova de amor.

Peço um momento ao ser de luz que me visitava, oferecia a ele por educação o jantar, mas imaginava que ele não precisasse mais se alimentar. Iria até minha amada.

_Doce musa que vive ao meu lado, um deus antigo necessita de ajuda, preciso me ausentar, espero que me entenda. - digo lhe beijando de forma suave.

Tinha certeza que ela deixaria que eu fosse, então após me despedir visto minha glória e volto para o ser de luz.

_Onde está Helio e o que foi roubado dele? Parto agora para essa jornada e não descansarei enquanto o deus não estiver com seu pertence de volta.

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Qui Abr 28, 2016 11:19 pm

Athena sorri para Nathaniel e lhe deseja sorte em sua jornada. Novamente ela distorce o tempo espaço, criando uma passagem para que o Cavaleiro retornasse o mais rápido possível até sua casa para se preparar. Lá dentro, ele encontra Anthea dormindo sobre a cama que eles passaram a dividir. Então ele a acorda, dividindo com ela o que faria daquele momento em diante.

- Monte Olimpo... Não é lá que aquele Arcanjo que o jurou de morte vive? De qualquer forma, eu não devo me preocupar com isso. Se foi uma missão dada a você pela própria Athena, então não deve pensar em mais nada além de cumpri-la. Dê-me apenas um beijo antes de ir. – Ela pede.

Nathaniel finalmente se apronta para partir na calada da madrugada. Não estava disposto a perder um minuto sequer, pois o que tinha de fazer era urgente, mas ao chegar do lado de fora, ele é obrigado a interromper seus passos quando vê uma figura sentada no chão ao lado de sua porta.

- Então a nova Athena lhe deu uma missão... Quando vai me levar para conhecê-la? Quero saber se ela é tão petulante e sentimental quanto a Athena da minha época. – Diz Kardia.


Através de seu sexto sentido, Odisseu percebe a angustia de Thalia quando ele chama seu nome em tom de partida. Ela não esperava ver seu marido partir em missão tão cedo, e não gostava de ideia de vê-lo voltar ferido como viu após a batalha contra o Arcanjo Lúcifer.

- Existem outros anjos, Odisseu. Alguns deles em melhor estado que você nesse momento. Nosso visitante poderia estar batendo à porta deles nesse instante. Mas falar de nada adianta, não é, meu querido? Você jamais descansaria sabendo que negou ajuda a alguém necessitado, mesmo esse alguém sendo um Deus. – Diz ela.

Thalia retribui o beijo de Odisseu, transformando o que era suave em um beijo caloroso. Ela não gostava, não queria vê-lo partir, mas de todo coração ela compreendia que era isso que ele era. Um anjo que ajuda a todos, não importando sob que condições.

- Vá, Odisseu. Rezarei ao meu pai que ele ainda lhe seja grato por você ter salvo a vida dele. – Ela diz em meio a um sorriso resignado.

Odisseu veste sua fiel Glória, polida e perfeitamente pronta para uma nova batalha. O Elemental da luz se aproxima e diz a Odisseu que a jornada era longa, então os dois partem para o Olimpo em suas respectivas velocidades, aproveitando-se do silêncio da madrugada.

_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Sab Abr 30, 2016 12:26 am

A despedida era sempre triste, mas necessária, sabia que seu coração se partia, assim como o meu, mas o mundo dependia de mim, se alguém roubou algo de Helio, não teria boas intenções.

_Por favor minha amada, se cuide e a qualquer sinal de perigo, vá até meu mestre, ele pode te proteger.

O beijo de ternura recuperava minhas forças, meu coração se animava.

_Seu pai e meu senhor sempre olhou por mim, ele está feliz por nós e se lhe confiou a mim é por que me estima. - dizia para anima-la.

Envergado em minha glória partia sem demora, destino Olimpo. No caminho pergunto ao ser de luz.

_O que roubaram de Hélio?

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Fenix

avatar

Mensagens : 163
Data de inscrição : 10/03/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Seg Maio 02, 2016 8:27 pm

Me dispeço de Athena, e logo sigo pelo portal aberto pela mesma... Lá encontro Anthea ainda dormindo... Era tão belo ver como ela se tornava uma docil garota assim...

Ela se mostra preocupada, mas lhe olho com ternura e acaricio o seu rosto...

Sim... Ele me jurou de morte, pois o meu coração está aqui... Mas não se preocupe... Pois as mesmas asas que me levaram para longe de você... Me trará de volta...

Lhe beijo, sentindo o seu coração pulsar...

Logo ela volta a cama para dormir e termino de me aprontar... Mas logo que saio, sou interrompido pela presença de um cosmo familiar... Me aproximo de Kardia e aceno com a cabeça em sinal de respeito.

Kardia... Sim, Athena me convocou para uma missão que está lhe fazendo perder o sono... Sentimental? Não, ela apenas possui um coração divino... Impossível para eu e até mesmo você compreender o tamanho da sua bondade para com os humanos e a terra...

Falo essas palavras, contemplando o alto do Santuário, sabia que lá estaria Athena, em plena madrugada com o coração aflito pelos Deuses e pelos Homens... Logo volto o meu olhar para Kardia e concluo...

Não conheci a Athena do seu tempo... Mas acredito que a sua fé nela, lhe levou a superar os seus limites como Cavaleiro de Ouro... Mas, não creio que veio até aqui para falar sobre a nossa fé na Deusa Athena... Como está Sonia ?

Me manteria ao lado de Kardia, contemplando as estrelas...

_________________
Fala
Pensamento
Ação

"Uma técnica não funciona duas vezes com o mesmo cavaleiro"

Nataniel de Fênix - Cavaleiro de Bronze de Athena


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Ter Maio 10, 2016 12:12 am

Thalia havia aceitado com um pequeno o pedido de Odisseu para que se mantivesse em segurança. E tendo a certeza de que sua mulher sabia se cuidar, o Celestial parte ao lado de seu visitante na calada daquela mesma noite.

- Eles roubaram a Chama Primordial – Responde aquele ser com sua voz vítrea. – Sem a chama, o mundo ficará totalmente imerso no frio e na escuridão para sempre. Espero que isso seja o bastante para que entenda a importância dessa missão.

A criatura era amigável e respeitosa a maior parte do tempo, mas Odisseu percebe um tom mais sério em sua voz sempre que ela se refere ao roubo. De repente, o Celestial sente que seu companheiro estava levitando no ar e que se afasta cada vez mais.

- Vamos, Odisseu, precisamos chegar ao Olimpo o quanto antes. – Ele avisa.


Quando Nathaniel chama Kardia pelo nome, percebe que o antigo Cavaleiro levanta o cenho em sua direção, um tanto desgostoso. Por mais que ambos não fossem muito sentimentais, não chamá-lo de mestre era uma grande falta de respeito e ingratidão.

- Você parece tão devoto a ela, será que a nova Athena retribuiria sua fé se eu talhasse a constelação de Escorpião em seu corpo? – Ele pergunta, fazendo aquela unha vermelha e pontuda crescer em seu dedo indicador.

Mas essa não era uma ameaça verdadeira, foi feita apenas para que o pupilo se desse conta de seu erro. Logo Kardiaa volta a fitar o nada e desfaz a unha com que ele já matou várias de suas vítimas.

- Sônia está muito bem. Não vai demorar para manifestar o seu cosmo. Por enquanto, eu me preocupo com você. Soube que está indo para o Olimpo, um lugar onde você me disse não ser muito querido. Será que está preparado para este desafio? – Ele pergunta.


_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Fenix

avatar

Mensagens : 163
Data de inscrição : 10/03/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Ter Maio 10, 2016 12:25 pm

Vejo que as minhas palavras soam rudes para Kardia... Ele me mostra a sua longa unha vermelha... Uma técnica que era reconhecida como uma das mais letais entre todos os guerreiros...

Eu não a sigo para que ela veja os meus feitos, jurei protege-la até mesmo dos Deuses, por acreditar em seu coração...

Ele logo fala sobre Sonia, a menina havia sofrido muito para uma criança... Pensava em deixa-la com Anthea, mas Kardia seria um bom tutor para ela... Mas, estranhamento vejo que ele se mostra preocupado com a minha ida ao Olimpo...

Sim... Quando abandonei as fileiras dos anjos de Zeus para servir a Deusa Athena, nem todos viram como um ato de valor... Um dos maiores Arcanjos de Zeus agora me caça, junto a seu sequito... Mas, vc não é o meu Mestre e me escolheu como pupilo dentre todos os Guerreiro das duas Eras, para que eu lutasse contra inimigos inferiores a mim. Vou honrar a nossa busca pelo adversário que nos leve ao limite! E quem seria presa melhor que alguém que roubou um Deus ?

Contemplava as estrelas... Sabia que a minha subida ao Olimpo seria problemática, mas Athena havia dentre todos os seus 88 Cavaleiros, chamado a mim para essa missão.

_________________
Fala
Pensamento
Ação

"Uma técnica não funciona duas vezes com o mesmo cavaleiro"

Nataniel de Fênix - Cavaleiro de Bronze de Athena


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Qua Maio 11, 2016 10:11 pm

Espanto-me com o que foi roubado, aquilo era imperdoável, sinto que Thalia compreendia a gravidade da situação melhor agora.

Sinto que o ser estava indo para o Olimpo, beijo Thalia e vou atrás o mais rápido que posso.

_Peço perdão por ter parecido insistente, viria de qualquer forma ajudar os deuses, apenas precisava saber o que foi roubado. Prometeu ainda está preso?

Acelerava tentando acompanhar o ser, ia me guiando pelo cosmo, apesar de sempre saber como chegar no Olimpo.

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aiolia

avatar

Mensagens : 593
Data de inscrição : 24/02/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Seg Maio 23, 2016 11:22 pm

As novas palavras de Nathaniel soam melhor do que um perdido de desculpa, isso fica evidente pelo sorriso que nasce no rosto de Kardia. Sua agulha vermelha regride em seu dedo, um sinal claro e raro de que ele estava muito calmo.

Então ele se aproxima, coloca a mão sobre o ombro do Cavaleiro e sorri de uma forma mais doentia e comum a alguém que enxerga a todos como presas.


- Sendo assim, eu vou com você. Quero vê-lo em ação mais de perto. – Diz ele.

Kardia então se coloca a caminhar pelas ruas calçadas de Rodorio, e então olha de soslaio para trás.

- Será que você consegue me acompanhar? Não se preocupe, prometo correr na velocidade Mach 2. – Ele propõe.

Nathaniel sabia que essa era a velocidade que só os Cavaleiros de Prata eram capazes de atingir, e que mesmo sendo um dos mais fortes Cavaleiros de Bronze, era algo impossível para ele.



Usando suas asas, Odisseu acompanha o ser de luz pelo ar. Era uma pena ser tarde na noite, e que os olhos humanos não estivessem olhando para o céu escuro naquele momento, pois os dois pareciam duas estrelas cadentes que galgavam ao zênite da terra.

Odisseu pôde sentir o toque das nuvens em sua pele, e somente a sua Glória o protegia do frio espacial. Mas após uma longa jornada, perseguindo o seu guia, ele começa a sentir o cosmo de Zeus e a presença sagrada dos anjos cada vez mais próxima. Até que seus pés finalmente tocam o solo, e seu companheiro avisa que eles finalmente chegaram ao templo de Hélio.

Ambos cruzam uma rede de corredores, em que o sexto sentido do guerreiro denuncia outras presenças, todas expressando um cosmo humilde e de boa índole. Mas todas essas presenças desaparecem quando os dois passam por uma porta enorme e entram em uma sala onde um cosmo que irradiava calor parecia estar morrendo.

- Este é Odisseu, grande herói do Olimpo? – Pergunta uma voz velha e fraca.

- Temo que sim, ó, Imperador Hélio. – Responde o ser que o acompanhava.

- Traga-o para perto de mim, vamos. Quero segurar a sua mão. – Ordena o que parecia ser o Deus daquele templo.

_________________
O herói valente como um leão, sempre lutando por Athena.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   Ter Maio 24, 2016 8:51 pm

A beleza do voo dos dois corpos iluminados somente não era maior que a urgência da missão, iamos com tudo até o templo de Hélio, mesmo cego sentia a presença do Olimpo, os celestiais trabalhando em sua reconstrução e os deuses agora preocupados, mas livres.

Aproximo-me do portão guiado pelo ser luminoso e lá dentro ouço a voz do imperador, ela era de um ancião, mas sabia que ele era poderoso, talvez um dos mais poderosos seres que existiam.

Ouvindo seu pedido, me aproximo e me ponho de joelhos, fazendo uma reverencia.

_Sou Odisseu, mas não sou heroi, fiz o que era meu dever, existo para proteger o grande senhor Zeus e assim o fiz, nada mais.

Ser chamado de herói me incomodava, não gostava daquilo eu era apenas Odisseu, mas estendo minha mão para ele conforme desejado.

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Odisseu e Nathaniel – O Início da Escuridão
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
JOGAR
 :: Quests Pessoais
-
Ir para: