InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

» Pedidos de Quests Pessoais
Sex Dez 02, 2016 2:57 pm por SchneeKS

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 Ilha Vermelha- Templo de Ares

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Grande Mestre
Admin
avatar

Mensagens : 459
Data de inscrição : 06/11/2014

MensagemAssunto: Ilha Vermelha- Templo de Ares   Dom Nov 16, 2014 12:54 am

A Ilha Vermelha




História:

Quando a influência democrática de Athenas começou a influenciar toda a Grécia, os valorosos guerreiros de Esparta viram seu reino se desfazer e perder toda a força política. Esparta nunca mais foi a mesma desde que conflitos começaram a ser resolvidos com tratados e submissão ao invés de guerras. Mas Ares, o Deus da Guerra, interveio em nome de seus servos. Com um poderoso terremoto que abalou a Grécia e parte da África, uma ilha de cor avermelhada se ergueu do mar mediterrâneo, e nela os guerreiros voltaram a ser guerreiros, travando suas batalhas, fazendo matanças e erguendo pilhagens.


Clima:

Um guerreiro de verdade não pode ser forjado em lugares confortáveis, e como se a própria ilha soubesse disso, seu clima é mais um teste em que apenas os mais fortes sobrevivem. Durante o dia, o calor africano castiga sem piedade, queimando suas peles  duras como o couro e exigindo suor de seus corpos poderosos. Mas a noite o clima muda completamente, e o frio ar do mediterrâneo faz com que a temperatura na ilha caia quase abaixo de zero, exigindo que fogueiras sejam acesas para que os guerreiros sejam capazes de sobreviver.


Terreno:

Circundando toda a ilha, uma bela praia de areia branca tem suas águas infestadas de monstros marinhos que o resto da humanidade julga instintos. Um pouco mais em seu interior, a ilha também é cercada por uma densa floresta, onde as folhas das árvores tão juntas fazem com que a noite na floresta seja eterna, abrigando predadores furtivos e astutos. No centro da ilha se ergue o Kolasis, o maior vulcão ativo do mundo. Em seu interior fica o templo de Ares, e aos seus pés, as vilas quem compõem a ilha.


População:

Apesar das constantes batalhas e números elevados de mortes por ano, milhares de pessoas vivem na ilha, sendo subdivididas entre escravos conquistados em campanhas, nativos filhos de famílias reconhecidas pelo templo e os guerreiros sagrados. Todas as raças podem ser encontradas na ilha, sendo em sua maioria Humanos, Celestiais e Gigantes. Algumas fadas podem ser encontradas entre os escravos, sendo raríssima a presença destes seres entre os soldados do Deus da Guerra. Enquanto os mortos são terminantemente proibidos de fazer parta tanto da civilização quanto do templo, habitando apenas as tenebrosas florestas ao redor da ilha.  


Escravos: São, normalmente, servos de outros Deuses que acabaram capturados após batalhas e investidas dos Guerreiros de Ares. A maioria já se conformou com sua terrível situação, agindo sempre passivamente para evitar mortes prematuras. Porém, há entre eles aqueles que formam grupos e seitas que visam a fuga ou benefícios que tornem "melhor" sua condição dentro da ilha.



Nativos: São gregos e seus descendentes, formando unidades familiares muito semelhantes à Esparta da era mitológica. Homens nascem para servir ao templo, como guerreiros sagrados ou como meros soldados. Enquanto mulheres cuidam do lar e dão a luz a novos guerreiros ou mulheres que deem continuidade ao clã. Não é comum que mulheres sirvam ao Deus da Guerra em batalhas, mas as vezes elas escolhem este caminho, sofrendo sempre muito preconceito.




Lugares de Destaque:

Floresta das Bestas:

Na parte sul da densa floresta que circunda a ilha, existe um trecho selvagens onde bestas temidas até mesmo por guerreiros sagrados habitam. Além de predadores gigantes, existem humanoides chamados Orcos, cuja vida de violência transformou-lhes em verdadeiras bestas tanto em aparência quanto em costumes. Inúmeras lendas são criadas a respeito deste lugar, e a mais famosa delas é de um gigante colossal de pedra que dorme debaixo da terra, totalmente invulnerável a quase todos os tipos de dano.



Peleja:

Uma pequena cidadela de nativos rebeldes, onde o grande entretenimento é a batalha entre os guerreiros sagrados. Por mais que tais batalhas não tenham aprovação do templo, guerreiros aparecem para testar a si próprio em lutas de vida ou morte entre si. São sempre motivados por prestígios entre as fileiras e o alto valor em ouro e prata que ganham por vencerem suas lutas. Atualmente, para a irritação de todos os guerreiros, a campeã é uma mulher.

Artemísia:
 



Vilas:

Pequenas sociedades erguidas em arquitetura grega, que abrigam os nativos da ilha e seus escravos. Estão localizadas aos pés Kolasis, pouco a frente do grande Templo de Ares.


Templo:

Pátio:

É um ponto onde soldados ficam de guarda, guerreiros de baixa patente compõem formações e também onde aspirantes a Berserkers treinam diariamente para conquistarem suas Couraças.



Cinco Torres:



Uma grande escadaria até a entrada do Kolasis. Pelo caminho, cinco torres se erguem, e nelas vivem os Dragões com seus batalhões de servos.

1° Torre: Proteus de Dragão Azul

Proteus:
 

2° Torre: Urias Dragão Branco

Urias:
 

3° Torre: Iesos de Dragão Negro

Iesos:
 

4° Torre: Diokles de Dragão Verde

Diokles:
 

5° Torre: Oreste de Dragão Vermelho

Oreste:
 


A Morada dos Deuses da Guerra:

Conhecido como o ponto mais perigoso da ilha, a morada dos Deuses é uma caverna dentro do vulcão, onde os quatro Deuses servos de Ares habitam.


Deimos, o Deus do Terror, líder do batalhão do terror. :
 


Fobos, o Deus do Medo, líder do batalhão do medo.:
 


Ênio, a Deusa da Carnificina, líder do batalhão do desastre. :
 


Anteros, o Deus do Anti-amor, líder do batalhão do fogo vermelho. :
 


A Grande Estátua:

Após passar pela entrada do Kolosi, a grande estátua de Ares recepciona seus visitantes com uma piscina de sangue à sua volta. Aos seus pés, servos estão sempre despojando os restos dos inimigos nesta piscina, em uma sinistra oferenda ao Deus da Guerra.


O Salão do Arauto:

Um grande salão escavado no interior do vulcão, onde cachoeiras de lava escorrem pelas paredes. No fundo, um grande trono de pedra acomoda o Arauto, o guerreiro mais próximo ao imperador Ares.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://blazecosmo.forumeiros.com
 
Ilha Vermelha- Templo de Ares
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
MENU
 :: Templos
-
Ir para: