InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:39 pm por Hades

» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 As Lágrimas de Nossas Amadas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14
AutorMensagem
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Dom Ago 16, 2015 11:28 am

O fim parecia próximo, minha glória havia cumprido sua missão e me protegido. Devia muito a ela. Ao fundo vejo Pantheras se levantar o que me motiva a continuar de pé e lutando.

Ouço as palavras de Atreu e vejo que no passado ele havia sido um bom guerreiro, justo e leal. Por quanto tempo será que Lúcifer foi envenenando sua mente? Nesse momento sentia pena dele.

Ele tenta nos matar com um único e poderoso golpe. Mas algo interrompe seu ataque. Um cosmo negro e intenso se aproxima de nós, vendo a gota de suor escorrendo pela face dele tenho receio, mas a calma de Pantheras me tranquiliza ele está com o tridente de Pandora, que bom que ela estava bem, eu havia conseguido ajudar a salva -la e isso já me gratificava internamente.

Praticamente no mesmo instante vejo uma luz dourada em minha direção, era a armadura de ouro de meu mestre Aiolia de Leão que revestia meu corpo já ferido. Seu cosmo justo e feroz me afeta reestalecendo minha vitalidade. Sinto em meu punho uma força imensa a presa do leão querendo rugir então elevo meu cosmo ao máximo para dar poder para aquela técnica.

Off: Golpe de carga estou usando esse turno para carregar, mas se já veio pronto lanço. Ufa minha glória aguentou.

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pantheras

avatar

Mensagens : 182
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Dom Ago 16, 2015 4:16 pm

Quando o tridente de Pandora surge diante de mim, um sorriso confiante nasce em meu rosto. Minha mão segura o cabo com firmeza, o cosmo dela toma conta do meu corpo como em uma infusão, curando-me e restabelecendo minha energia.

“É tão poderoso!” penso.

Manobro o tridente na minha mão, só para ter mesmo certeza de que eu me movia na velocidade da luz.

- Senhorita Pandora, obrigado por não me abandonar. – Digo.

Vejo que Odisseu também havia retornado a batalha. Este guerreiro me surpreendia cada vez mais, e agora estava vestindo uma incrível armadura dourada. Ele se afasta para concentrar sua energia, e para que ele tenha tempo de fazê-lo, eu me coloco entre ele e Atreu, atacando o Celestial inimigo com o tridente na altura de seu peito.

- Agora é a sua vez de cair. Pena que você já não dá valor à persistência, jamais será capaz de se levantar depois disso! – Digo a ele, enquanto o ataco.

_________________
Um Demônio em metamorfose. A bela borboleta convidando para o mundo dos mortos...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Grande Mestre
Admin
avatar

Mensagens : 459
Data de inscrição : 06/11/2014

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Seg Ago 17, 2015 12:01 am

Odisseu & Pantheras:

Seguindo as palavras de seu mestre, Odisseu começa a elevar seu cosmo, criando ao redor de seu corpo partículas de luz que aos poucos vai tomando conta de todo o cenário naquela saca. Enquanto energiza, ele percebe como demora para um número adequado destas partículas serem criados. Em seguida ele precisa mostrar todo o controle que tem sobre o cosmo, fazendo essas partículas se moverem rápido, até chegarem à velocidade da luz.

Enquanto isso, é Pantheras que se dispõe a lutar contra Atreu. Mesmo sem sua Suplice, o Espectro se coloca frente a frente com o Celestial que quase o matou e ataca com o tridente da deusa em sua mão, mirando o peito do guerreiro.

Pantheras ataca: Força 3 (+12 por arma especial) + Habilidade 4 + 1D (4) = FA 23

Atreu se defende: Armadura + Habilidade (-1 por velocidade da luz) + 1D = FD 18


O tridente de Pandora é cravado no peito do inimigo, apesar de sua defesa, lhe arrancando sangue em profusão. Atreu grita expressando dor e ódio pelo ataque.


Iniciativa:

1° Atreu: Habilidade + 1D = 10
2° Pantheras: Habilidade 4 + 1D (5) = 9
3° Odisseu: Habilidade 4 + 1D (1) = 5


Furioso, Atreu tenta revidar o golpe de Pantheras com um chute.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://blazecosmo.forumeiros.com
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Seg Ago 17, 2015 10:33 am

Meu inesperado e felizmente aliado havia entendido a dificuldade de minha nova técnica, se interpôs entre meu irmão e eu para que eu pudesse concentrar ao máximo essa energia. Era uma técnica bela, mas sentia o seu poder, a concentração exigida era cansativa, mas gratificante.

Chegando a meu limite eu olho para Atreu com lágrimas nos olhos, se eu tivesse feito mais por meus irmãos talvez Lucifer não tivesse corrompido tantos. Mas ao mesmo tempo me lembro de Icaro, Teseu e Heitor, este ultimo voltando a razão. Sabia que muitos não haviam sido enganados. Mas, meu senhor Zeus estava em perigo.

Com toda a força possivel, unindo coração e justiça deixo o leão rugir.

_Explosão de Fotons - lanço em direção a Atreu que estava distraido com Pantheras .


off: cosmo maximo possivel

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pantheras

avatar

Mensagens : 182
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Seg Ago 17, 2015 2:47 pm

"Esse filho da mãe ainda tem tanta força para atacar após os ferimentos que causamos?" me questiono ao ver o seu revide.

Manobro o tridente de Pandora e uso seu cabo para me defender daquele chute.

- Não adianta gritar igual a uma besta, você já está condenado, Atreu! - Digo ele, falando tão alto quanto seu grito.

Firmo meus pés no chão para melhorar a minha defesa, e de certa forma impedir que ele preste a atenção ao que Odisseu fazia.

_________________
Um Demônio em metamorfose. A bela borboleta convidando para o mundo dos mortos...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Grande Mestre
Admin
avatar

Mensagens : 459
Data de inscrição : 06/11/2014

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Seg Ago 17, 2015 10:00 pm

Odisseu & Pantheras:

Após sentir a dor da lâmina perfurando seu peito, Atreu revida, tentando acertar Pantheras com um chute rodado. O Espectro, sem sua Suplice, manobra o tridente, defendendo-se com o cabo.

Atreu ataca: Força + Habilidade (-1 por velocidade da luz) + 1D = FA 18

Pantheras se defende: Armadura 0 (+12 por arma especial) + Habilidade 4 + 1D (1) = FD 17


O tridente para boa parte da força do Celestial, porém um arranhão profundo surge na perna de Pantheras, lhe causando um dano mínimo. A demonstração de força de Atreu o anima, fazendo-o sentir que apesar dos brinquedinhos que seus inimigos ganharam, ele ainda é superior. Mas esse sorriso presunçoso de repente some dos olhos do traidor, isso porque milhares de pontos luminosos invadem seu corpo. Assustado, Atreu não sabia o que estava acontecendo, mas do outro lado daquela sacada, Odisseu sabia muito bem.

Odisseu usa ataque especial carga (Explosão de Fótons): Luz 5 x6 + Habilidade 4 + 1D (4) = FA 38

Atreu: Armadura + 1D (6) = FD 13


Todas as partículas invadem o corpo de Atreu, e quando Odisseu fecha seu punho, a forte explosão de cosmo ocorre. Um tremor percorre todo o castelo, dando a impressão de que ele desmoronaria. Tudo termina com uma grande cortina de fumaça, que aos poucos vai se dissipando.

O corpo de Atreu estava caído sobre o chão, morto com os cacos de sua Glória ao seu redor, como um enfeite. Aquele era o fim do traidor, e sua morte trás ao ar uma sensação de alívio aos dois heróis responsáveis pela queda daquele tirano.

Visto que o lugar estava seguro agora, Thalia surge da entrada, correndo para os braços de Odisseu e envolvendo o corpo cansado de seu amado Celestial. Sorrindo com os lábios colados ao rosto dele, ela sussurra contente:

- Vc me salvou, Odisseu. Eu vou lhe ser grata pelo resto da vida por isso.  

Em seguida, é Pandora que surge como um fantasma ao lado de Pantheras. Antes de olhar diretamente para ela, com os cantos dos olhos, o Espectro tem a impressão de ter visto um sorriso no rosto dela. Mas quando ele olha diretamente para ela, só vê aquele rosto sombrio e inexpressivo, que lhe ordena:

- Me dê o meu tridente.

Não só as duas mulheres amadas por aqueles guerreiros aparecem. Ícaro surge também da entrada, dando seu ombro como apoio a Heitor, e ao lado deles está Teseu, que apesar de cansado, não exibe nenhuma ferida em seu corpo. Todos estão aparentemente bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://blazecosmo.forumeiros.com
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Ter Ago 18, 2015 8:24 am

Que poder incrível eu sentia o universo em minhas mãos. Todas as estrelas do firmamento sob meu controle então ao meu sinal, mais instintivo que consciente eu fecho as mãos e elas explodem como pequenas super novas.

Após um tempo vejo Atreu no chão e deixo lágrimas caírem de meus olhos novamente eu matará minha família. Aquilo literalmente iria continuar me assombrando.

Minha tristeza é quebrada pelo abraço carinhoso de Thalia. Minha amada musa que agora estava a salvo. Vejo chegando meus outros irmãos a salvo assim como Heitor que acordou a tempo. Sinto a presença de Pandora e faço uma reverência a ela, afinal como representante divina eu devia isso.

Elevo meu cosmo e envio a sagrada armadura de leão para seu legítimo dono. Não sem antes porém deixar gravado nela uma mensagem em cosmo.

"As presas da justiça triunfaram, mas avise a grande Athena, Lúcifer o favorito dos deuses, traiu o Olimpo e aprisionou todos os deuses que lá moram. O caos irá começar."

Visto novamente minha glória e elevo meu cosmo para que pudesse conversar com ela. Para que ela soubesse que eu estava feliz e grato pela proteção recebida.

Agradeço a pantheras pela ajuda. Estava feliz por ter encontrado um espectro descente.

Abraços novamente Thalia e a beijo com amor e carinho.

-Minha amada musa, que aquece meu coração. Aceita ser minha esposa? - Digo olhando com ternura em seus olhos com os mais sinceros sentimentos a monstra.

Após a resposta Aproximo-me de Pandora junto com Thalia, demonstrando respeito.

_Senhora, obrigado pela ajuda. Mas tenho que ir, e peço perdão, nem todos os celestiais são como aqueles traidores.

Afasto-me e pego o que restou da glória de Atreu. Chego até meus irmãos e os saúdo.

-Que bom que estão bem, e Heitor obrigado. Saio com eles voando, claro carregando minha amada nos braços e pegando as glórias dos celestiais mortos pelo caminho. Essas armaduras não deveriam ficar aqui não tem culpa da traição de seus portadores. Vou para a vila onde fui encontrado por meus irmãos e apresento a todos. Sabia que a hospitalidade de lá iria mostrar a meus irmãos que assim como alguns de nós eram traidores alguns humanos valiam a pena. Lá era um bom lugar para eles descansarem já que olhando para o Olimpo eu sentia que nossa casa não era mais segura.

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pantheras

avatar

Mensagens : 182
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Ter Ago 18, 2015 2:25 pm

Acabou. Eu mal podia acreditar. Parece que anos se passaram desde que nos unimos contra Lúcifer e Atreu. Mas agora estava tudo bem, tanto o castelo do senhor dos mortos quanto Pandora estavam a salvo agora. Isso é tudo que importava.

“Senhorita Pandora.” Penso, quando percebo esta ao meu lado.

Estaria ela sorrindo? Não, claro que não. Ela não é do tipo de mulher que sorri. Quando ela me pede, coloco o tridente em suas mãos com todo cuidado.

- Obrigado, minha senhora. – Digo, ajoelhando-me diante dela. – O inimigo do Imperador foi exterminado agora.

_________________
Um Demônio em metamorfose. A bela borboleta convidando para o mundo dos mortos...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Grande Mestre
Admin
avatar

Mensagens : 459
Data de inscrição : 06/11/2014

MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   Ter Ago 18, 2015 10:20 pm

Odisseu:

O “sim” de Thalia é direto e marcado para sempre na lembrança do Celestial junto daquele bonito sorriso, de dentes muito brancos. Após as despedidas e demonstrações de respeito, Odisseu pega sua amada nos braços e a leva junto a si para a ilha que vinha chamando de casa ultimamente. Lá, Thalia é tão bem recebida quando o próprio guerreiro, e juntos os dois celebram sua união em uma ilha quase tão paradisíaca.

Como prova de seu amor, Thalia abandonou o Olimpo e as graças de seu pai para viver com Odisseu, como uma humana comum. Ela jamais se arrependeu desta decisão, e entendendo muito rapdamente a filosofia de seu marido, ergueu uma cabana onde trabalha usando seu cosmo para curar as efermidades e feridas dos moradores daquele lugar.

Enquanto isso, Odisseu tornou-se um verdadeiro guardião para aquele lugar, aumentando ainda mais a sua influência entre os locais. Mas se instalar em um lugar nunca o impediu de prestar auxílio a outras pessoas do mundo. Com suas asas ele era capaz de percorrer a terra em pouquissimo tempo. Um trabalho extremamente necessário, porque embora Atreu tenha caído, Lúcifer ainda estava a solta.

Pelo ódio do anjo traidor pela humanidade, a força do Celestial poderia vir a ser exigida a qualquer momento para proteger os oprimidos. Seu trabalho nunca terminaria, afinal ele era o Vigia do Mundo.


Avaliação:
 


Pantheras:

Após a batalha, Pantheras fora convocado para os aposentos de Pandora, mas não pelo motivo que mentes maldosas pensariam. Com o Espectro de joelhos, a senhora volta a tocar sua harpa, e a cada acorde, uma rajada de cosmo atingia Pantheras, torturando-o com uma dor que ele jamais sentiu nem mesmo no campo de batalha.

- Vc deve aprender que eu sou a comandante na ausência do Imperador, e que a minha palavra jamais deve ser contrariada.

Tamanha era a dor que os gritos de Pantheras eram delirantes e percorriam todo o castelo. Agora o Espectro entendia porque até mesmo as estrelas mais poderosas entre as 108 temiam desagradar aquela mulher. A tortura dos deuses não era algo que pudesse ser definido por palavras humanas.

- Se vc fosse derrotado, nossos inimigos teriam tomado este castelo, e isso poderia representar um perigo inimaginável para Hades.

Pandora puxa uma corda grave com sua unha, e a rajada que sai daquele som finalmente consome toda a vitalidade de Pantheras. O Espectro cai de cara ao chão, aparentando ser nada mais do que um corpo sem vida. Então Pandora se levanta e caminha na direção do guerreiro inconsciente, ajoelhando-se diante dele. Duas lágrimas daqueles olhos liláses caem sobre o rosto do Espectro.

- Meu amado Pantheras... Sará vc o meu libertador após tantos séculos?


Avaliação:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://blazecosmo.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: As Lágrimas de Nossas Amadas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
As Lágrimas de Nossas Amadas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 14 de 14Ir à página : Anterior  1 ... 8 ... 12, 13, 14

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
MENU
 :: Registros
-
Ir para: