InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

» Pedidos de Quests Pessoais
Sex Dez 02, 2016 2:57 pm por SchneeKS

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 A Grande Batalha de Asgard

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 19 ... 33, 34, 35
AutorMensagem
Pandora Heinstein

avatar

Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/02/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Sab Nov 12, 2016 10:06 am

Nathaniel, Shinobu e Shi:

As palavras dos três cavaleiros com certeza mexem com Krest. Ele abre seus olhos, impressionado com tamanha devoção e coragem de lutar contra um inimigo claramente mais forte. Enquanto ele vê os jovens guerreiros da esperança elevando seus cosmo, lágrimas e um sorriso surgem em seu belo rosto.

Krest - Parabéns, cavaleiros de Athena. Vcs são tão jovens, e já possuem o espírito dos grandes cavaleiros. Ressuscitaram em mim este sentimento que mantive adormecido. Mas infelizmente, ter o espírito não é o bastante. É preciso ter força.

Os três cavaleiros elevavam seu cosmo contra o inimigo, que até então se manteve parado. Mas de repente, o cosmo dourado de Krest começa a envolver seu corpo. Isso faz com que o chão fique mais escorregadio, com que camadas de gelo comecem a tomar as paredes e também faz com que um frio absurdo circulasse por aquela sala.

Krest – Hoje vcs morrem. Mas irei garantir que seja sem sofrimento e que seus corpos permaneçam eternamente jovens e belos.Repousem para sempre no meu caixão de gelo!

Krest usa superpoder (Congelar): Cosmo -1
Nathaniel tenta resistir (Resistência -4): Resultado = 3 (Falha)
Shi tenta resistir (Resistência -4):Resultado = 1 (Falha)
Shinobu tenta resistir (Resistência -4): Resultado = 5 (Falha)

Um frio avassalador é soprado do corpo de Krest em direção aos três cavaleiros. Com certeza este era o zero absoluto das lendas, porque nem mesmo os corpos queimando ao máximo e as armaduras são capazes de proteger seus corpos daquilo. Shi, Nathaniel e Shinobu são totalmente congelados por este poder, e agora repousam juntos sobre um grande esquife de gelo no meio daquela sala...



Anthea:

Garnet ataca: Força + Habilidade +1D = FA 14
Anthea defende: Armadura 0 +9 + Habilidade 4 -1 +1D (5) = FD 17

Voando em grande velocidade, Garnet se aproxima da amazona sem que esta sequer possa ver seus movimentos com pressisão. Mas por sorte, Anthea tinha uma arma dourada em suas mãos, e o poder concentrado nela é mais do que suficiente para se proteger da força daquela inimiga.

Garnet – Não é possível. Vc nem está vestindo uma armadura e se protegeu do meu soco. Que arma tão poderosa é essa?

Anthea havia dito palavras de consolo a Hilda, mas que nesse momento de descobrimento da perda de um ente querido, não influem tanto. A líder continua triste e desconsolada, chorando a morte da irmã em silêncio enquanto sentada sobre a cama.


Iniciativa:

1° Garnet: Habilidade + 1D = 10
2° Anthea: Habilidade 4 + 1D (5) = 5



Nathaniel, Shinobu e Shi:

... Krest dá as costas para o esquife enquanto a morte se aproximava para os três jovens cavaleiros. Logo seus corpos iriam se congelar por completo e seus órgãos parariam de funcionar. De dentro para fora, não havia qualquer maneira de quebrar aquele esquife. Era forte demais. E até as armas de Libra, que possuíam tal poder foram congeladas. Krest era mesmo um inimigo terrível.

Pela trânsparência do esquife, os guerreiros ainda conseguiam enxergar o que acontecia do lado de fora. Alguém havia entrado naquela sala e começado uma conversa com o antigo cavaleiros de Aquário. Eram os guerreiros deuses? Não. Somente aquela serva encapuzada que levara os cavaleiros de bronze até ali.

Mas de repente, ela retira o seu capuz, e acaba revelando aqueles cabelos longos e lilases, o vestido branco e a pele de seda que os cavaleiros chegaram a conhecer em seus melhores dias. Athena!!! E ela não veio sozinha. Três cosmos dourados brilham a sua volta, e quando a luz se dissipa, o jovens guerreiros vêem nada menos do que três cavaleiros de ouro ao redor dela como se para protegê-la.

Athena então eleva o seu cosmo, e somente isso faz com que o esquife de gelo se despedace por completo em milhares de cristais que despencam junto com os corpos dos três cavaleiros congelados. Mesmo livres seus corpos ainda estavam dormentes, gelados demais para que eles pudesse fazer alguma coisa, mas os cosmo daquela garota era tão quente, envolvia seus corpos e lhes davam vida novamente.


Krest – Athena, meus respeitos.

Athena – Krest, liberte esta terra. Só vc tem o poder para parar Garnet. Lembre-se que vc já foi um cavaleiro que lutou pela justiça neste mundo. Acha que é certo oprimir este pobre povo só pausa da sua mágoa pelos deuses?

Krest – Não deveria falar do meu desprezo aos deuses como se fosse algo pego, afinal, vc também é um deles. E que bela estátua de gelo vc daria!

Krest expande o seu cosmo mais uma vez, criando aquele frio glacial que congelava tudo. Mas Athena não demonstra preocupação, os três cavaleiros de ouro ao seu lado também expandem seus cosmos dourados para protegê-la. Só que de repente, seus corpos se dissipam! E a luz dourada que os envolvia vai na direção dos três cavaleiros de bronze.

O cosmo dourado termina de revitalizar seus corpos. Suas armaduras os abandonam, mas por uma boa causa. Agora eles vestiam armaduras muito mais poderosas e reluzentes. Nathaniel de Escorpião sente seus sentidos se expandindo até o Sétimo Sentido, e no cosmo da armadura uma mensagem havia sido deixada por Milo: “Olhe para o seu dedo indicador. A Agulha Escarlate estará lá para trazer dor a todos os inimigos de Athena. Eleve seu cosmos até Antares!”

Shi de Gêmeos também sentia um cosmo extremamente poderoso rondando seu corpo, e através dele, uma mensagem de Saga lhe chega a mente: “Vc agora possui o poder de controlar as dimensões. Use-o. E se for necessário para proteger Athena, esmague as Galáxias!

Shinobu de Capricórnio tem os olhos quase ofuscados de tão reluzente que é a armadura de ouro que ele agora veste, o cosmo de Shura estava nela, lhe deixando alguns dizeres: “A espada criada para proteger a deusa Athena está em seu braço direito. Queime seu cosmo ao máximo, afie a Excalibur!



Iniciativa:

1° Krest: Habilidade + 1D = 11
2° Nathaniel: Habilidade 4 + 1D (6) = 10
2° Shinobu: Habilidade 4 + 1D (5) +1 = 10
3° Shi: Habilidade 4 + 1D (3) = 7


Krest - Hum, então acham que podem me derrotar só porque agora vestem as armaduras de ouro? Deveia ter trazido verdadeiros cavaleiros para me enfrentar Athena.

Athena - Mas eu trouxe verdadeiros cavaleiros.

Krest - Então assista cada um deles perecer com a minha téscnica mais básica, o Pó de Diamante!

O inimigo se volta para Shi, cristalizando seus punhos e lançando aqueles cristais contra a amazona.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Fenix

avatar

Mensagens : 163
Data de inscrição : 10/03/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Ter Nov 22, 2016 8:51 pm

​Vejo as lagrimas cobrindo os olhos de Krest... Nossos cosmos queimar ardentemente... Mas logo a diferença entre nossos poderes é vista... Krest eleva o seu frio cosmo... Fazendo toda a sala ser parcialmente congelada...

Logo Krest faz das suas palavras uma verdade... O frio intenso começa a congelar os nossos corpos... Vejo que meus companheiros tambem não resistem, nem mesmo a arma de Libra a nossa mão impede esse destino...

Minhas respiração pesava... Meu cosmo era quase nulo... Via Krest se afastando de nós...

Insignificante... Nossa presença não foi nada... Athena...

Alguem entra na sala... Parecia a mesma serva de antes... Mas logo ela retira o capuz... Meu coração bate forte... Tento inutilmente flexionar a mão... Ela estava ali... Tinha que protege-la...

Athena...

Mas vejos os cosmos Dourados... Três Cavaleiros de Ouro a rodeavam... O cosmo de Athena me alcança... E isso nos liberta da prisão de gelo... Caio de joelhos... Respirava fortemente... Sentia a minha vida se enchendo com o cosmo de Athena... Olho para ela... Era linda... Era a minha Deusa...

Athena...

Krest ameaça de fazer com Athena o mesmo que fez com nós... Tento ficar de pé no mesmo momento... Iria lhe servir de escudo... Mas os Cavaleiros de Ouro elevam os seus cosmos... E diferente do que imaginava... A sua luz vem em nossa direção... E nesse momento... É como se o universo explodisse... A fenix abandona o meu corpo...

Olho para mim e vejo a armadura dourada que um dia meu Mestre usou revestindo o meu corpo... Grava nela, está o cosmo de Milo, o Cavaleiro de Ouro de Escorpião... Fecho os olhos... Sinto o calor em meu dedo... A tecnica.... As agulhas escarlates... Sentia o meu coração bater forte... Antares...

Mestre... Milo... Honrarei essa dadiva... Farei o inimigo rezar aos Deuses que odeia pela sua morte, frente as agulhas do Escorpião...

Olho para Athena... Era encantadora... Seu cosmo me fazia continuar em frente...

Athena... Só de estar em sua presença, já sou mil vezes honrado... Mas desculpe ter que dar as costas agora... Mas alguem precisa sentir a justiça divina... Krest... Você ousou proferir uma ameaça a Athena... A sua setença é a morte... Farei você experimentar as agulhas do escorpião, até que implore pela morte...

Vejo que o mesmo ocorreu aos meus companheiros... Vestiam vestes Douradas... Agora seriamos imbativeis... Abro as minhas asas e elevo o meu cosmo... Estendo o meu punho direito e vejo o ferrão do escorpião crescer em meu indicador...

Mestre... Milo... Queimarei o meu cosmo para que vejam as estrelas da Constelação de Escorpião queimarem com meu cosmo de onde estiverem...

Krest direciona o seu ataque para Shi... Sorrio... Oportunidade perfeita... Vejo o Shinobu se movimentando em direção a ele... Disparo as minhas agulhas escarlates contra Krest...

Krest... Sinta a ferroada do Escorpião! Agulha Escarlate

Agulha Escarlate - Elevaçãox4

Off:
 

_________________
Fala
Pensamento
Ação

"Uma técnica não funciona duas vezes com o mesmo cavaleiro"

Nataniel de Fênix - Cavaleiro de Bronze de Athena


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anthea

avatar

Mensagens : 106
Data de inscrição : 10/03/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Ter Nov 22, 2016 8:58 pm

Garnet desaparece da minha vista... Apenas tenho tempo de colocar a arma a frente do seu soco... Mas logo se percebe a superioridade da arma de Libra...

Tola... Essa é a Tonfa de Ouro... Uma das Sagradas Armas do Cavaleiro de Libra... O cosmo do Cavaleiro de Libra e de Athena banham essa arma...

Vejo que Hilda se mantem inconsolável na cama... Me movimento de forma a protege-la caso Garnet avance contra ela... Defenderia os golpes de Garnet, fossem em mim ou contra Hilda... Tinha que esperar a oportunidade perfeita...

Defesa

_________________
Fala
Pensamento
Ação


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shi

avatar

Mensagens : 176
Data de inscrição : 11/03/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Qua Nov 23, 2016 4:48 pm

A força dele era imensa, muito maior que a de meu mestre, mas vi de relance antes de abraçar o frio da morte lagrimas em seus olhos. Vejo o desespero de minha irmã ao meu lado gritando para eu não cair. Sorrio para ela antes de sentir tudo se paralisar.

Vejo dentro de mim a galaxia de Andromeda se extinguindo meu cosmo se esvai, porém uma luz repentina o acende, mesmo dentro da esquife de gelo consigo recuperar um pouco dos sentidos, a jovem que nos guiou até aqui era minha amada deusa Athena.

"Ela veio... cansou de se esconder..." -diz Seikatsu em minha mente.
"Ela nunca se escondeu - respondo a ela.

A luz dourada e o cosmo da deusa fazem um milagre naquele instante o gelo é destruido e caimos no chão, o calor revigorante era uma benção que alimentava a nebulosa dentro de mim se iluminava.

Krest esbraveja e se assusta, ele tinha consigo uma cópia de uma lendária armadura e não seria frente para três santos dourados. Athena está a nossa frente, uma onda de luz se coloca na sala e em meu corpo no lugar da sagrada armadura de Andromeda está a santa armadura de Gêmeos, sinto sua força e a diferença de poder era como comprar uma galáxia com uma nebulosa, era infinitamente maior o poder que continha aquela armadura. O cosmo de Saga me instrui a lutar e mesmo Seikatsu o respeita, ela se põe a meu lado se dispondo a lutar junto comigo.

Athena diz sobre os verdadeiros cavaleiros, e eu sabia o que ela queria dizer.

_Cuidado irmazinha - diz Seikatsu quando Krest me ataca.

Olho para o golpe e digo:

_Eu sou Shi, amazona de Athena e sua derrota é eminente, seu poder é grande, mas nada comparado ao dos verdadeiros santos de Athena, um coração de gelo não pode explodir, não pode amar e não pode lutar de verdade.

Com um gesto em direção ao golpe digo:

_Outra Dimensão.

Iria enviar o Pó de Diamante pra outra dimensão.

off: se funcionar fica bonito, se não funcionar Saga vai me espancar no cabo Sunion.

_________________



As correntes que conduzem a vida ... o guia também para o mundo dos mortos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Shinobu

avatar

Mensagens : 122
Data de inscrição : 12/04/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Dom Dez 04, 2016 11:06 am

Então esta é a diferença entre um Cavaleiro de Ouro e um Cavaleiro de Bronze? Não é possível, sequer tivemos chance de lutar contra este homem. Vamos morrer sem nem mesmo poder mostrar o nosso valor.

“Não...” Lamento minha morte enquanto estava preso ao esquife.

Mas de repente, alguém surge. Era aquela mesma mulher de capuz que nos levou até ali. Ela conversava algo com Krest, o que me fez pensar que afinal era apenas mais um dos inimigos. Não, eu estava enganado.

“Athena...” penso feliz e ao mesmo tempo triste por ela estar ali, tão vulnerável ao nosso inimigo.

Eu precisava protegê-la. Não seria essa pedra de gelo que iria me parar! Tento me mover dentro do esquife, mas é inútil. Meu corpo não responde. Mas mesmo eu não sendo capaz, o esquife se quebra através do cosmo de Athena.

“Os Cavaleiros de Ouro!” penso, ao ver as presenças douradas ao redor delas.

Mas não era eles, sim suas armaduras, que nos enchem com seu poder. A armadura de Capricórnio vem até mim, junto com uma mensagem emocionante do próprio Shura. Então olho para o meu braço, onde Excalibur agora reside.

- Shura, a Excalibur foi um presente da própria Athena dado a você por ser o mais leal entre os Cavaleiros, e agora é um presente seu a mim. Farei por merecer esta confiança. – Digo, queimando o meu cosmo.

Me volto para Krest, vendo que ele tornava o ambiente frio ao atacar Shi com seu Pó de Diamante.

- Vai pagar pelo que fez, traidor... Excalibur! – Brado, fazendo o movimento de corte com meu braço na transversal.

Off: Luz x4

_________________
"Não pensar no fim é o que faz de mim uma chama contra o vento, resistindo à dor em meio a tempestade."

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pandora Heinstein

avatar

Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/02/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Qui Dez 08, 2016 10:47 am

Nathaniel, Shi e Shinobu:

Krest usa ataque especial paralisante (Pó de Diamante): Gelo x2 + Habilidade + 1D = FA 30
Shi usa superpoder (Outra Dimensão): Cosmo -1
Shi: Armadura 10 + 1D (3) = FD 13

Aquilo era incrível para a amazona, pela primeira vez ela conseguia enxergar o golpe de um cavaleiro de ouro. O cosmo naquela armadura lhe permitia isso. Ao invés de usar uma manobra de defesa, Shi recorre ao poder com que o cavaleiro de gêmeos a havia presenteado. Com apenas um movimento de mãos, ela rompe o tecido das dimensões, dividindo aquela sala entre a realidade e o espaço tempo. E com isso parte do pó de diamante de Krest se perde totalmente no infinito, mas a guerreira acaba recebendo metade do golpe. A armadura de ouro absorve quase que todo o dano, mas seu corpo agora está superficialmente congelado.

Nathaniel demonstra mais uma vez a Athena a honra de estar ao seu lado, lutando por ela, e prometendo fazer jus ao presente dado pelo cavaleiro de escorpião, ele queima seu cosmo ao máximo, pronto para usar uma das técnicas mais terríveis de seu mestre.


Nathaniel usa ataque especial preciso (Agulha Escarlate): Fogo 5 x4 + Habilidade 4 + 1D (4) = FA 28
Krest: Armadura 10 + 1D = FD 10

Era impressionante até mesmo para Nathaniel a velocidade de seus movimentos. Esta era a lendária velocidade da luz que ele havia alcançado por estar usando aquela armadura de ouro. Suas agulhas de fogo são lançadas de seu dedo indicador, atingindo Krest como projéteis, fincando em sua pele, queimando-o por dentro. O inimigo grita com a dor, deixando de lado sua postura austera. Sua armadura fajuta não pôde protegê-lo daquele ataque.

Off: Cada elevação, uma agulha. Foram 4 agora.


Shinobu reconhecia a honra de estar portando a excalibur, era um presente que a própria deusa Athena entregava em mãos de seu cavaleiro mais fiel. Esta espada não estaria nas mãos do pégaso se ele não merecesse, aquela era a prova final de que seu passado como cavaleiro negro ficou totalmente para trás.

Shinobu usa ataque especial preciso (Excalibur): Luz 5 x4 + Habilidade 4 + 1D (5) = FA 29
Krest: Armadura + 1D = 11

Seu movimento foi incrivelmente rápido, e a velocidade da luz ajudou a afiar aquela espada. Com certeza não ao nível de um cavaleiro como Shura, mas o cosmo de Shinobu a afiou o bastante para fazer um belo corte em Krest. Seu peito é aberto, expelindo enorme quantidade de sangue, sua armadura feita de pedras preciosas agora possui uma cicatriz profunda.


Iniciativa:

1° Shinobu: Habilidade 4 + 1D (6) +1 = 11
2° Krest: Habilidade + 1D = 10
3° Shi: Habilidade 4 + 1D (5) = 9
4° Nathaniel: Habilidade 4 +1D (3) = 7


Status:
 


Anthea:

Garnet, antes superior, agora está bem aborrecida pela falha em seu ataque. Isso mexe com seu orgulho e a irrita tão profundamente que ela recorre a um movimento totalmente covarde. Usando suas asas, ela desaparece com sua incrível velocidade e vai em direção a Hilda.

Garnet ataca: Força + Habilidade + 1D = FA 20
Anthea: Armadura 0 +9 + Habilidade 4 -1 + 1D (5) = FD 18

Anthea conhece seres malignos como aquela mulher, era uma amazona novata, mas já podia prever os movimentos dela. Ao ver que Garnet havia abandonado a luta contra ela, a guerreira praticamente se joga na direção de Hilda, usando a tonfa para se defender.

Mas desta vez, o golpe de Garnet passa pela defesa, ferindo diretamente o corpo de Anthea, que não tinha uma armadura para protegê-la. Então um milagre acontece. Um pingente por dentro das roupas de Hilda começa a brilhar, lançando uma luz em direção à estátua de Odin lá fora. Quando esta luz é refletida, atingindo o chão, uma armadura azul como se feita de cristal se revela e avança sobre o corpo de Anthea para lutar ao seu lado, colocando uma poderosa espada em sua mão.


Garnet – Não pode ser! Esse cosmo só pode pertencer a uma Kamui!

Hilda – A armadura de Odin a escolheu porque vc tentou me proteger, criança. Agora é o seu dever proteger Asgard!


Iniciativa:

1° Garnet: Habilidade + 1D = 10
2° Anthea: Habilidade 4 + 1D (5) = 9

Mais furiosa do que nunca, Garnet mais uma vez parte para cima de Anthea. Só que agora ela não desaparece da vista da amazona. Pelo contrário. Os movimentos daquela mulher parecem sofrer um efeito slow motion, e Anthea vê muito bem quando ela ergue sua mão para lhe dar um soco.


Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Fenix

avatar

Mensagens : 163
Data de inscrição : 10/03/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Seg Dez 26, 2016 5:37 pm

​O cosmo flui pelo meu corpo... Já havia usado uma Kamui uma vez, sabia a sensação de ter poder... Mas naquela vez, havia lutado sozinho... Dessa vez posso sentir fluindo pela Sagrada Armadura de Ouro o cosmo de meu Mestre e de Milo e de todos os cavaleiros de Athena que já vestiram essa armadura... A justiça de seus cosmos preenche meu corpo é minha alma...

Vejo quando Krest sai da sua pose diante das ferroadas... Era uma técnica realmente poderosa...

Krest... Essas foram apenas 4 das estrelas da Constelação de Escorpião... Será um longo caminho até o coração... Veremos se seu coração ainda suporta as estrela da justiça.

Abro as asas e me coloco sempre entre ele e Athena, poder lutar diante da minha Deusa, fazia as minhas chamas se elevarem ainda mais... Iria fazer Anthea sentir o calor do meu cosmo de onde estivesse, e soubesse que o nossos cosmos poderiam se elevar até o infinito...

Ao elevar meu cosmo, sinto um cosmo ressoar ao meu... Anthea expandia o seu cosmo, demonstrando que ela estava de pé... Que seu punho ainda carregava a justiça de Athena...

Sorrio, logo alçaria os céus e a veria brilhar...

Olho o campo, Shi estava paralisada devido a técnica de Krest... Avanço para o lado dela e banhando a espada com as chamas da justiça a acerto, sabia que podia machuca-la, mas ela era forte e sabia que o seu senso de justiça arderia mais forte que qualquer ferimento...

Ataque Espada - Shi

_________________
Fala
Pensamento
Ação

"Uma técnica não funciona duas vezes com o mesmo cavaleiro"

Nataniel de Fênix - Cavaleiro de Bronze de Athena


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anthea

avatar

Mensagens : 106
Data de inscrição : 10/03/2015

MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   Seg Dez 26, 2016 5:42 pm

​Como esperado a vil mulher não avança contra mim... Mas consigo me colocar na frente a tempo de proteger Hilda.... O soco Dela passa pela minha defesa e me atinge...

Ja lhe disse... Vc não encostara os dedos sujos em ninguém nessa terra!

Ainda sentia meu coração bater forte... Não tinha ideia de como derrotar ela, ela era mais rápida e mais forte... Aperto o punho, não iria desistir... Havia feito uma promessa a Athena e a Freya...

Mas então algo brilha sob as vestes de Hilda... A estátua de Odin responde emanando um brilho intenso... E surge a minha frente uma armadura lendária... Logo a luz aumenta e a armadura veste o meu corpo...

Sinto o meu cosmo expandir... Um poder me enche de forma que nunca imaginei... Ouço as palavras de Hilda, e olho para o meu próprio corpo... Uma Kamui...

Respiro fundo... Vejo Garnet bravejar e avançar contra mim... Mas seus movimentos parecem lentos... Agora eu poderia derrota-la... Meu juramento seria cumprido...

Sinto um calor vindo de algum local da mansão... Sabia que a fênix estava alçando vôo, não podia fazer menos... Faria o meu cosmo expandir para que Nathaniel sentisse o meu cosmo ressoar ao seu...

Vejo ela avançar contra mim, e ergo a espada de Odin para me defender... Iria demonstrar a real diferença entre aqueles que lutam pela Justiça e aqueles que perpetram o mal...

Garnet... Seu tempo de maldades acabou...

Defesa + Espada

[spoiler="Off"]Queria poder defender com estilo, tipo para o soco Dela apenas com a ponta da espada, ao estilo FODA mesmo![/color]

_________________
Fala
Pensamento
Ação


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Grande Batalha de Asgard   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Grande Batalha de Asgard
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 35 de 35Ir à página : Anterior  1 ... 19 ... 33, 34, 35

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
JOGAR
 :: Sagas
-
Ir para: