InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:39 pm por Hades

» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 A Tríade Oriental

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 16 ... 28, 29, 30
AutorMensagem
Grande Mestre
Admin
avatar

Mensagens : 459
Data de inscrição : 06/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Tríade Oriental   Qui Out 20, 2016 10:25 pm

Morto, Pantheras & Aléxia:

Yoshiro ataca: Força (+6) + Habilidade + 1D = FA 21
Pantheras defende: Armadura 4 + Habilidade 5 + 1D (4) = FD 13

Pantheras sabia que a força do grupo vinha do conjunto, e não se preocupou nem um pouco quando o inimigo corria em sua direção, erguendo aquela espada e lhe ameaçando de morte. Sabendo que poderia contar com seus companheiros, ele apenas cruza os braços a frente do corpo para se proteger. Mas era inegável a força de Yoshiro. Com um só corte transversal, ele rasga a Surplice do Espectro, lhe causando um dano considerável, a julgar pelo sangue que escorre de seu corpo.


Morto ainda lamentava o corte profundo em seu abdomen. Aquilo o atrapalharia pelo resto de sua batalha, mas ele só se preocupava com o que Olívia pensaria da cicatriz. Com a mão esquerda, ele contém o sangramento, enquanto que com a direita, mantém o indicador apontado para o inimigo, pronto para mandá-lo para o inferno.

Morto usa superpoder (Senkishiki Meikai Ha): Cosmo -1
Yoshiro tenta resistir (Resistência -1): Resultado = 1 (Sucesso)

Esqueletos fantasmagóricos surgem do chão em meio a uma fumaça nefastas, no entando, espiral maligna não se mostra nem um pouco capaz de arrastar o inimigo. Ela apenas bate contra a armadura de Yoshiro e simplesmente se dissipa.


Distante da confusão, Aléxia já tinha seu arco em mãos. Ela desdenha das palavras de Yoshiro de que Pantheras eram o seu pior inimigo. Ela seria o seu pesadelo, e começa a queimar seu cosmo e preparar suas flechas para provar.

Aléxia atira: Poder de Fogo 4 (+6) + Habilidade 4 (-1) + 1D (5) = FA 18
Yoshiro: Armadura + 1D = FD 9

Aléxia atira: Poder de Fogo 4 (+6) + Habilidade 4 (-1) + 1D (6) = FA 19
Yoshiro: Armadura + 1D = FD 13

Aléxia atira: Poder de Fogo 4 (+6) + Habilidade 4 (-1) + 1D (1) = FA 14
Yoshiro: Armadura + 1D = FD 8

Enquanto Yoshiro se vangloriava pelo sangue do Espectro na lâmina de sua espada, Alexia lança contra o inimigo três tiros no espaço de um mero segundo. Suas flechas atingem as pernas do adversário, rompendo sua panturrilha e sua coxa, enquanto a terceira lhe atinge as costas, perfurando seu coração. Yoshiro grita devido a dor, mas quando seu coração perfurado para de pulsar, ele apenas cai para frente, morto de cara ao chão.


Status:
 


Cyttorak:

O gigante nota algo estranho em seus dois companheiros. Eles simplesmente não se movem, trêmulos diante dos números do inimigo. Tanto Aiden quanto Antares se mostram receosos em continuar atacando, até que o Marina por fim decide:

- Antares, vamos embora daqui. É loucura atacar assim o templo de Susanoo!

Antares,tão intimidada quanto seu parceiro, concorda:

- Corra também, gigante. Encontraremos apenas a morte neste lugar!

Assim, os dois partem em corrida em direção ao mesmo caminho por onde vieram, fugindo da fúria de Susanoo antes que fosse tarde demais e deixando Cyttorak sozinho contra todos aqueles soldados.

Cyttorak ataca: Força 5 + Habilidade 5 + 1D (2) = FA 12
Soldado Katana: Armadura + 1D = FD 4

Porém, o bravo gigante não tem nenhuma intenção de recuar e seguir os covardes. Mesmo perto da morte, ele salta contra um dos inimigos caídos, utilizando seu peso e sua força para esmagar aquele pobre infeliz como se fosse um inseto.

Após seu ataque, Cyttorak percebe que os soldados começavam a se recuperar no campo de batalha. Os arqueiros já não estavam atordoados, e nem tinham mais a cortina de poeira para atrapalhá-los. Os soldados no chão começam a se levantar e reassumir postura de combate. O Berserker se via sozinho contra inúmeros inimigos, seu corpo cheio de feridas sangrando bastante, o que ele faria agora, recuar?


Status:
 


Lycan:

Antes: Dias atrás, o Berserker havia respondido um chamado de sua superiora. Não era algo que ele apreciasse, mas se queria cumprir sua missão para com Zeus, era melhor estar por dentro do que acontecia no templo de Ares.

O ponto de encontro era uma das tavernas que entretinham os guerreiros da ilha. Era estranho que um lugar como aquele fosse tido como adequado para um encontro entre guerreiros sagrados, mas ao passar pela porta dupla e ver o ambiente apinhado de homens rudes e bêbados lutando e quebrando tudo a troco de nada, ele logo reconhece Artemísia de Python, sentada em uma mesa distante ao lado de uma figura sombria.

- Vc demorou. Sente-se. Serei breve.

Ela espera que Lycan se sente, e ao fazê-lo, o guerreiro reconhece o homem ao lado de Artemísia como sendo um lemuriano, mas com um aspecto bastante diferente do povo tão tranquilo das montanhas. Aquele homem tinha um riso nervoso, olhos vidrados que nunca piscavam e inúmeras cicatrizes sobre sua pele amarela. Ao lado dele, repousava uma caixa, que logo Lycan identifica ser a urna de uma Couraça. Artemísia então começa a explicar o motivo de chamá-lo.

- Meu pai está escondendo algo muito grave. A ilha e todo templo correm sérios riscos de ser afundada por uma onda gigantesca enviada por um deus oriental chamado Susanoo. Se isso acontecer, todo culto a Ares será apagado da história, e o glorioso deus da guerra jamais ressurgirá. Ele tomou suas medidas, mas foram medidas arrogantes. Enviou ao Japão cinco de nossos melhores Batedores, no entanto, eu acho que isso não será o suficiente. Em segredo, eu tentei reunir guerreiros de categoria maior, mas nenhum deles se atreve a desafiar uma ordem do Arauto, então reuni vcs dois, Ílida de Sátiro e Lycan de Damachur, os dois únicos nessa ilha loucos o bastante para desafiar o templo. Ainda não acho que será o suficiente, mas tem que bastar. Vão até o templo de Susanoo e juntem-se como reforços aos outros cinco Berserkers. Garantam que a missão seja bem sucedida!


Agora: Ir da Ilha Vermelha até o Japão não foi uma viagem nada fácil. Primeiro, os dois tiveram que seqüestrar um navio do templo que os levasse até o continente. Muitos soldados foram mortos nessa demanda, mas os dois conseguiram ameaçar a tripulação o suficiente para garantir a viagem.

Ao chegar no Japão, muitos dias depois, os dois se depararam com soldados orientais, vestidos como samurais tomando as ruas da cidade onde ficava o templo. Novas batalhas ocorreram, e em meio a todo este derramamento de sangue, Lycan pode conhecer melhor o guerreiro que lhe acompanhava. Ílida era algo muito diferente de um lemuriano. Ele não passava de um sádico com acessos de loucura, que diferente de seu povo, via prazer na matança.

Não foi difícil paras os dois encontrarem o templo. Ficavam em um palácio oculto sobre o topo de uma montanha cujo cume desaparecia em contato com as nuvens. Somente aqueles com o cosmo desperto eram capazes de vê-lo, e depois de uma curta peregrinação, os dois subiram a montanha e invadiram o palácio, vendo pelo caminho um rastro de morte, provavelmente deixados pelo grupo de Berserkers.

Em meio a um corredor úmido, os dois vêem um casal de guerreiros com armaduras semelhante a corais correndo amedrontados na direção aposta. Tão assustados estavam, que passaram muito rápido, evitando até abordar Ílida e Lycan. Quando os dois Berserkers terminam de passar pelo corredor e cruzam uma porta, logo entendem o motivo de tanto medo. Um grupo enorme de soldados estava posicionado em uma sala cercada por seis grandiosas estátuas, e para enfrentá-los, apenas um gigante muito ferido e burro o suficiente para não recuar.

Off: Vc tem direito a uma ação surpresa.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://blazecosmo.forumeiros.com
Mortinho

avatar

Mensagens : 110
Data de inscrição : 13/07/2015

MensagemAssunto: Re: A Tríade Oriental   Dom Out 23, 2016 9:50 pm

Vou até o corpo de Yoshiro, pego uns pedaços de pano de sua roupa e tento fechar meu ferimento, aquilo ia incomodar e muito e acho que se continuasse assim, não iria voltar a ver Olivia, alias iria, mas não depois de ter matado esse tal de Susanoo...

Jogo a Katana velha fora e pego a do Yoshiro.

_Essa é mais bonita não é? Olivia vai gostar mais dessa? - pergunto para a Satélite.

Olho para Pantheras.

_Dá pra descansar um pouco? Você tá sangrando...

_________________

Ah eu quero morrer....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lycan

avatar

Mensagens : 36
Data de inscrição : 02/10/2015

MensagemAssunto: Re: A Tríade Oriental   Dom Out 23, 2016 10:03 pm

Estava em paz em minha floresta, felizmente Zeus e aquela mulher pareciam ter se esquecido de mim e eu estava bem, pensando em como recuperar meu trono e meu reino. Porém era como uma maldição, apenas em pensar naquela criatura nojenta ela me chama.

Ouço as palavras dela e seria uma oportunidade de sair um pouco e quem sabe fazer novos aliados.

_Hum, agora covardia se chama não desafiar os arautos? Pensei que os servos de Ares fossem mais bravos - digo entre rosnados - Mas, está bem, vou lá resolver esse problema para você.

Eu sabia que ela era minha superiora nesse lugar, mas era parte de minha personalidade, um rei jamais se abaixaria para uma qualquer.Ela me indica um lemuriano, então existe outro louco o bastante para viver longe da chatice de Jamiel?

Na viagem tento saber qual a verdadeira intenção dele, se era mesmo fiel a Ares ou apenas um louco que gostava de uma boa briga. Chegando ao Japao sentimos a presença do Castelo e vamos até ele, vendo no chão destroços eu penso:

"Será que aquele grandão está aqui?" - tinha o cuidado imenso de fechar minha mente para que não fosse lida.

Como loucos medrosos, dois marinas passam por mim e meu aliado, ao longe vejo Cyttorak bastante ferido e seis oponentes,

Usando telecinese pego um deles e o arremesso nos outros, tentando manter meu cosmo oculto.

Off: ataque múltiplo pego um e bato com ele no 2 e 3.

_________________

"O rei que ousou desafiar Zeus"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Cyt

avatar

Mensagens : 165
Data de inscrição : 08/04/2015

MensagemAssunto: Re: A Tríade Oriental   Ter Out 25, 2016 1:14 pm

Meu pulso bombardeava em meus braços... Sentia a minha respiração forte... A minha visão já estava ficando vermelha e turva... Mas eles fazem algo que eu nunca faria... Correm como cães...

Desgraçados... Vou caçar vcs até os confins dos oceanos após sair daqui...

Vejo os soldados se erguendo novamente... Estava ferido e cansado... Mas não podia recuar... O Templo de Ares depende da minha força...

Testemunhem a força do Berseker de Búfalo!

Elevo o meu cosmo... Fazendo a sala tremer.... Iria avançar agarrando uma das estatuas e lançando contra os soldados... Poderia cair... Poderia morrer... Mas um Berseker nunca abandona uma Guerra!

Lançar Estatua contra os soldados

Off:
 

_________________
Pensamento
Fala
Ação



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Alexia.

avatar

Mensagens : 312
Data de inscrição : 13/11/2014

MensagemAssunto: Re: A Tríade Oriental   Qua Out 26, 2016 10:38 am

Minhas flechas são certeiras como sempre, atravessando o corpo do inimigo. Pelo jeito, a prática constante leva mesmo a perfeição.

“Eu disse que era comigo que vc tinha que se preocupar.”

Guardo o meu arco e dou as costas para o corpo de Yoshiro. Então vejo o cavaleiro catando a arma do inimigo do chão e respondo sua pergunta.

- Olha, eu particurlamente iria gostar de receber flores, mas se a sua namorada gosta de espadas sujas e perigosas, essa tá ótima.

Depois de responder a ele, espero para ver se o grupo iria mesmo fazer mais uma pausa para um descanso. Fisicamente eu estava bem, mas meu cosmo estava perto de acaba. Mas acataria qualquer decisão que eles tomassem. E enquanto espero pela resposta, vou até a alavanca daquela sala e a puxo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pantheras

avatar

Mensagens : 182
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: A Tríade Oriental   Dom Out 30, 2016 10:10 am

Eu sabia que poderia contar com meus companheiros. Mesmo sofrendo um ataque como esse, alegro-me em ver que mais um daqueles inimigos foi derrotado.

- Nós estamos indo bem. Já derrotamos dois deles, sem sofrer nenhum tipo de ferimento considerável. Mas o Morto tem razão, é melhor descansarmos. – Sugiro.

Iria o lugar em que o idiota morto estava sentado, e me esparramaria sobre ele, dando início a uma soneca rápida, para logo em seguida partir.

_________________
Um Demônio em metamorfose. A bela borboleta convidando para o mundo dos mortos...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Tríade Oriental   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Tríade Oriental
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 30 de 30Ir à página : Anterior  1 ... 16 ... 28, 29, 30

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
JOGAR
 :: Sagas
-
Ir para: