InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» [Parceria] Saint Seiya RPG - Santuário RPG
Qui Jun 29, 2017 2:39 pm por Hades

» Final Alternativo - 02
Qui Jun 01, 2017 4:06 pm por Tony.Cyt

» Final Alternativo - 01
Ter Maio 23, 2017 10:46 am por Tony.Fenix

» Schenee - Amazona de Dourado - O Templo
Ter Fev 21, 2017 8:12 pm por SchneeKS

» [Parceria] Realm of Legends - Saint Seiya RPG
Sab Jan 21, 2017 12:06 am por Hades

» A Grande Batalha de Asgard
Seg Dez 26, 2016 5:42 pm por Anthea

» Pantheras e Raika - Um mergulho nas Trevas
Seg Dez 19, 2016 9:17 pm por Tony.Kage

» Aioria de Leão - A Adaga Dourada
Seg Dez 19, 2016 7:28 pm por Mu.

» A Rebelião dos Anjos
Dom Dez 11, 2016 11:29 pm por Grande Mestre

» Scorpio - A queda dos anjos
Qui Dez 08, 2016 5:49 pm por ScorpioKS

» Aella - O Resgate da Armadura
Qui Dez 08, 2016 5:40 pm por Art08

» Morto e Olívia - O Inimigo Atemporal
Dom Dez 04, 2016 10:47 pm por Mortinho

Fichas
ADMs e Narradores

Compartilhe | 
 

 Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
Pandora Heinstein

avatar

Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/02/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Ter Dez 01, 2015 10:39 am

Quando os guerreiros decidem se refugiar novamente, Raika é a primeira a seguir até a casa, encontrando por lá Hilas, o senhor de escravos que os acolheu. A gentileza daquele homem para com ela parece não ter significado muito. A Espectro invade a sua mente, sondando em busca de um local mais seguro. Ela percebe que segundo a opinião daquele homem, a casa onde estão é o local mais seguro da ilha, já que Jango nunca suspeitaria que um senhor de escravos estaria ajudando invasores. Além daquela casa, as outras também poderiam fornecer segurança aos guerreiros, mas não se sabia como ser habitantes iriam reagir. Assim que colhe esta informação, Raika tira a vida daquele homem sem nenhuma dificuldade.

Off: Eu precisava de uma descrição de como vc tiraria a vida dele, mas tdo bem rs


Pantheras chega a casa logo em seguida, quando Raika tem nas mãos o cadáver de Hilas. Não há como saber se aquilo foi necessário ou não, mas o fato é que o único informante que eles tinham até agora estava morto. Enquanto assistia a isso o guerreiro retira a sua Surplice e dá início ao seu descanso. O guerreiro precisava de um repouso adequado. Embora pouco ferido, seu cosmo estava quase no fim.


Odisseu se mostra muito triste com a condição das pessoas naquela ilha. A miséria e a violência estavam por todos os lados, degenerando não só adultos, como crianças também. Mas não havia nada que ele pudesse fazer por enquanto. Esta foi a condição imposta pela deusa que regia este mundo, e nem mesmo os outros deuses interferiam sobre isso. O Celestial finalmente percebe que seus companheiros retornaram até a casa com a intenção de repousar, então ele faz o mesmo, mas quando passa pela porta, se depara novamente com uma cena de morte. O corpo de Hilas pendia flácido e inerte nas mãos de Raika. Ele estava morto.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Kage

avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Ter Dez 01, 2015 11:52 pm

Facilmente consigo as informações da mente de Hilas... E mata-lo é apenas um capricho... Talvez ele tivesse algum outro local onde se esconder...

Os guerreiros negros já sabiam da nossa presença nesse local, talvez não fosse tão proveitoso ficar esperando apenas aqui... Mas com o traficante morto, retiro a minha armadura e procuro me deitar para descansar... A ultima luta havia me causado muitos ferimentos...

Precisamos matar logo esse tal de Jango, espero que esse Celestial aprenda em que local desgraçado essas pessoas vivem... Apenas a morte poderia lhes libertar...

Procuro repousar o máximo de tempo possível...

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Qua Dez 02, 2015 8:35 am

Adentro na casa, Raika havia acabado de matar Hilas sinto uma tristeza grande por ambos, mas nada digo fico quieto e vou para um canto repousar.


Retiro minha armadura para descansar, não estava muito ferido, mas cansado e Jango seria um adversário difícil... Assim que acabasse essa missão iria pessoalmente conversar com Athena para saber o motivo de sua permissão. Eu tinha uma ideia, mas era arriscado imaginar que seria esse o motivo.

Agora queria apenas repousar.

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pantheras

avatar

Mensagens : 182
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Qui Dez 03, 2015 1:14 am

Ver que Raika matou aquele homem não é nada surpreendente para mim. Eu mesmo o teria feito se ela não fizesse. O homem era pendante, e seu meio de ganhar a vida deixava até nós, Espectros, revoltados.

“Mas será que ele não nos seria mais últil?” penso, de qualquer forma tarde demais.

Ao ver que todo havia finalmente entrado e se preparado para descansar, fecho meus olhos e deixo que o sono me leve, esperando estar restabelecido para a próxima batalha.

_________________
Um Demônio em metamorfose. A bela borboleta convidando para o mundo dos mortos...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pandora Heinstein

avatar

Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/02/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Qua Dez 09, 2015 9:59 am

Após mais um providencial descanso, os guerreiros despertam revigorados, com suas vidas e seus cosmos restaurados. Eles vestem as suas armaduras mais uma vez, e quando saem para o lado de fora, se deparam com uma cena impressionante. Era noite na ilha e centenas de velas acesas foram postas na frente da porta daquela casa. Atrás dela, toda a população estava de joelhos, rezando pelos guerreiros que ali se encontravam.

Um garotinho entre aquele grupo de “fieis” se levanta, aproximando-se dos três guerreiros. Ao conseguir a atenção do trio, ele aponta para um vulcão, mais precisamente para uma caverna onde a luz do fogo irradia com muita intensidade. O menino não precisava abrir a boca, era de se supor que ali os guerreiros encontrariam seu grande inimigo.

O acesso à caverna pelo vulcão é extremamente complicado. Muitas pedras soltas e passagens estreitas compõem o caminho. Além disso, o risco de deslizamentos vem tanto de cima quanto de baixo.


- Olha só, irmãs, vejam o que temos aqui.

A voz era feminina e vinha de um ponto acima de onde os guerreiros estão. Quando olham, vêem três mulheres vestidas como freiras em uma trilha próxima à entrada da caverna. Elas tinham uma aparência passiva, quase santa, que impressiona Raika, Odisseu e Pantheras. Mas de repente elas saltam, livrando-se de seus hábitos negros e vindo na direção dos guerreiros. Não vestiam armaduras, mas roupas de couro apertadas, de onde tiraram adagas afiadas. A loira ataca Raika, a morena tenta cortar Odisseu, enquanto a ruiva vislumbra Pantheras.

- Vamos, assassinas, acabem com eles!



Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Kage

avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Qua Dez 09, 2015 8:12 pm

Logo desperto... Examino o meu corpo e vejo que estava plenamente capaz... Me levanto e chamo a minha suplicie para cobrir o meu corpo... Ligo as nossas mentes, para que possamos traçar logo os nossos planos...

Então... Vamos... Temos que por logo um fim a isso... Já perdemos tempo demais limpando os erros de Athena...

Logo que saímos, me deparo com uma cena estranha... Aparentemente as pessoas das vilas rezavam por nós... Olho sem demonstrar nenhum sentimento... Se ele achavam que estavamos ali para os salvar... acho que ficariam assustados se soubessem que pra mim isso significava mata-los...

Logo nos indicam a direção de onde está o mandante dos falsos guerreiros logo seguimos... O caminho é complicado, mas usando de meus poderes, logo cruzamos boa parte do caminho e ficamos próximo da entrada de uma caverna...

Logo ouvimos uma voz do alto... Vejo três mulheres paradas vestindo mantos que lhe cobriam o corpo... Por um momento acredito que não nos causaram problemas... Mas logo as vejo avançarem contra nós... Não vestiam armaduras negras, mas claramente queriam nos ferir com as suas adagas...

Apenas uso o meu cetro para aparar o seu golpe... Temos desafios maiores a frente... Não valia a pena perder tempo com elas...

Defesa

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LeeSiuLoong

avatar

Mensagens : 341
Data de inscrição : 04/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Dom Dez 13, 2015 5:44 pm

Estava perdendo a fé naquele lugar, conhecia apenas a tristeza e exploração, a dor deles era imensa e isso me incomodava, minha vontade pessoal era destruir toda a ilha, porém ao sair da casa uma cena me surpreende.

Os moradores estavam orando por nós, a nossa presença deu a eles uma chama de esperança, eles se mostravam vivos e acreditando que poderia melhorar, acreditando em um futuro melhor. Talvez, Pallas pudesse ver isso como outros não poderiam.

Somos levados a um caminho tortuoso, mas éramos guerreiros sagrados e isso era algo fácil para nós. Entretanto somos atacados por mulheres estranhas não trajando armaduras. Sabia que qualquer movimento errado poderia desabar tudo.

Por medida de segurança me defendo, evitando assim que a lamina me cortasse. Elas eram inimigas, mas não poderiamos perder tempo com as mesmas.

_________________

O vigia do mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pantheras

avatar

Mensagens : 182
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Ter Dez 15, 2015 1:21 am

Quando estávamos prontos novamente para seguir adiante, uma cena na frente da casa nos pega de surpresa. As pessoas daquela ilha ascenderam velas em nossa homenagem, talvez esperando que fôssemos seus heróis contra a tirania de seu atual líder.

“Depositar a fé de suas vidas nos mensageiros da morte é um gesto insensato, e tipicamente humano.” Penso.

Uma direção nos foi dada, e para lá nós seguimos, tendo aquele vulcão como obstáculo. Já quase no topo, quando imaginávamos que chegaríamos até Jango, três mulheres surgem vestidas como freiras.

- Isso é algo meio suspeito de se ver na Ilha da Rainha da Morte. – Comento.

De repente, elas saltam de onde estavam, vindo em nossa direção munidas com adagas. Sem opção, cruzo os braços acima da cabeça e me defendo.


_________________
Um Demônio em metamorfose. A bela borboleta convidando para o mundo dos mortos...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pandora Heinstein

avatar

Mensagens : 236
Data de inscrição : 21/02/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Ter Dez 15, 2015 10:13 am

A assassina loira é a primeira atacar. Caindo em grande velocidade, ela visava o pescoço de Raika. Menosprezando o inimigo, a Espectro imediatamente prepara a sua defesa, enquanto a assassina a golpeia como se a adaga fosse um ferrão.

Assassina Loira ataca: Força (+2) + Habilidade + 1D = FA 13

Raika se defende: Armadura 4 + Habilidade 5 + 1D (6) = FD 15

A ponta da faca é aparada pelo centro, fazendo com que Raika e aquela assassina meçam forças por alguns instantes, mas a lâmina nem mesmo chega a tocar a pele da Espectro.


A mulher de longos cabelos negros praticamente voa na direção de Odisseu. Sua adaga reluz ao brilho da lua, e ao ver que lâmina estava prestes a ser enterrada em seu peito, o Celestial também ergue os seus braços para uma defesa.

Assassina Morena ataca: Força (+2) + Habilidade + 1D = FA 13

Odisseu se defende: Armadura 7 + Habilidade 4 + 1D (5) = FD 16

Com as palmas das mãos, o Celestial contém a lâmina de vinha em direção ao coração que ele deu para a sua querida Thalia. Com os dentes cerrados exprimindo muita força, a assassina continua caminhando para frente enquanto tenta perfurá-lo.


Os cabelos ruivos da assassina são constantemente soprados pelo vento enquanto ela despenca desfiladeiro a baixo. Sua adaga visava os olhos do jovem Espectro, que ao vê-la, estira seus braços e se prepara para a defesa.


Assassina Ruiva ataca: Força (+2) + Habilidade + 1D = FA 11

Pantheras se defende: Armadura 4 + Habilidade 4 (-1) + 1D (1) = FD 9

A perna quebrada custa a se fixar sobre o chão, causando uma dor que tira a concentração de Pantheras. Mesmo assim, ele consegue executar a sua defesa. A adaga se choca contra as proteções do guerreiro, contendo uma boa parte do dana, mas acaba resvalando e atingindo sua face esquerda, criando um profundo arranhão.


As três assassinas estão agora de pé na frente dos guerreiros, com suas perigosas adagas empunhadas e demonstrando uma estranha sede de sangue pela forma com que olham para os três guerreiros. Uma nova batalha se inicia aqui.


Iniciativa:

1° Raika: Habilidade 5 + 1D (6) = 11
2° Odisseu: Habilidade 4 + 1D (6) = 10
3°Assassina Ruiva: Habilidade + 1D = 9
4° Assassina Morena: Habilidade + 1D = 8
5° Assassina Loira: Habilidade + 1D = 7
6° Pantheras: Habilidade 4 + 1D (2) = 6




Status:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Kage

avatar

Mensagens : 289
Data de inscrição : 05/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   Ter Dez 15, 2015 11:49 pm

A adaga da mulher para frente ao cetro... Via que ela tinha uma força considerável... Mas eu era serva do Imperador...

Inúteis... Acham que podem desafiar o poder do Imperador ?

Teleporto para o local de onde elas saltaram... Acima do grupo e com a ajuda do meu cetro, crio o fragmento da minha estrela e disparo contra a mesma... Com sorte ela iria despencar...

PdF - Alvo: Loira

_________________

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ainda que eu caminhe pelo vale das sombras
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 9 de 12Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Blaze Cosmo  :: 
MENU
 :: Registros
-
Ir para: